Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

O amor: observações de um psicanalista octogenário

Lander, Rómulo.
Revista de Psicanálise, Porto Alegre; 25(1): 77-103, abril 2018.
Artículo en Portugués | Bivipsil | ID: psa-300
O que diz a psicanálise em relação à natureza do amor? Segundo minha
experiência clínica e entendimento teórico, posso dizer que o amor se
refere a um tipo particular de relação de objeto. O vocábulo amor se
refere a vários tipos distintos de relações de objeto e, portanto, a palavra
amor é polivalente. Para estudá-lo, apesar de toda a controvérsia que as
concepções sobre o amor suscitam, me permiti reduzir o estudo do amor
a cinco tipos. No caso do amor de paixão, está claro que esta relação de
objeto é narcisista, e surge como algo não controlado pela vontade. A
seguir, trato de apresentar detalhadamente os cinco tipos de amor: o amor
de paixão, o amor cortês, o amor de conveniência, o amor anaclítico e o
discurso de amor. Ao final, acrescento algumas considerações adicionais
sobre a infidelidade e suas vicissitudes na relação amorosa

Asunto(s)

Psicoanálisis

Descriptores locales

Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre; SPPA; AMOR; ODIO; RELACION DE OBJETO; RELAÇÃO OBJETAL; PASION; PAIXÃO; INFIDELIDAD; INFIDELIDADE.
Biblioteca responsable: UY113.1