Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Integridade familiar e o idoso pobre: valores e significados / Family integrity and old age poverty: values and meanings

Marques, Filipa D.; Sousa, Liliana Xavier Marques de.
Psicol. inF. (Online); 16(16): 11-43, jan.-dez. 2012. ilus, tab
Artigo em Português | Index Psicologia - Periódicos técnico-científicos | ID: psi-67201

Resumo

Rever e integrar a vida é uma das tarefas desenvolvimentais mais relevantes no fim da vida, que pode conduzir a pessoa idosa à integridade, desconexão ou alienação familiar. Neste estudo, aprofunda-se a construção da integridade familiar (versus desconexão e alienação) em pessoas idosas com história de pobreza ao longo da vida explorando o seu mundo de significados e valores. A amostra envolve doze participantes com idades entre os 65 e os 89 anos. Adaptou-se a técnica de contagem de palavras simples, recorrendo ao programa de análise de dados qualitativa N-Vivo7. Os resultados sugerem que os significados e valores atribuídos a ser pobre influenciam a re/interpretação da identidade ao longo da vida: a integridade familiar ocorre quando ser pobre é encarado pelas conquistas; a desconexão/alienação familiar emerge quando ser pobre é acompanhado de sentimentos de desvalorização e inferioridade. A intervenção familiar e comunitária deverá considerar estes significados e valores para adequar-se às vivências das pessoas idosas pobres. (AU)
Life review is one of the most important developmental tasks in later life. It involves the elderly and their families and can lead to integrity, family disconnection or alienation. This study explores the construction of family integrity (versus alienation and disconnection)in elderly with a history of poverty throughout their lives, exploring their world of meanings and values. The sample involves twelve participants aged between 65 and 89 years. The simple word count technique was applied, using the qualitative analysis program N-Vivo7. Main results suggest that the meanings and values attributed ​​to being poor influence the re / interpretation of identity throughout life: family integrity occurs when being poor is seen by the person’sconquests; disconnection / alienation emerges when being poor is accompanied by feelings of devaluation and inferiority. Family and community intervention should consider these meanings and valuesto fit the experiences of the poor old people. (AU)
Biblioteca responsável: BR1297.1
Selo DaSilva