Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Análise de itens lexicais do discurso oral do paciente com doença de Alzheimer / Analysis of lexical items in oral discourse of Alzheimer´s disease patients

Alegria, Renne Panduro.
São Paulo; s.n; 15 mar. 2013. 108 p.
Tese em Português | Index Psicologia - Teses | ID: pte-58631
A doença de Alzheimer, doença neurodegenerativa, em que a dificuldade de encontrar palavras é um dos déficits mais presentes, mesmo em estágios iniciais já ocorrem alterações focalmente no hipocampo e giros parahipocampais. Com o avanço da doença, a dificuldade de encontrar palavras e o uso de itens lexicais efetivos ficam muitas vezes mais comprometidos sugerindo distribuição difusa da doença no encéfalo. A dificuldade em encontrar palavras ou anomia se deve consensualmente à deterioração do processamento semântico e ao déficit da memória operacional. Ainda, mesmo nesses estágios iniciais da doença, muitos pacientes relatam dificuldades em encontrar os itens lexicais adequados para seguir uma conversação, o que os constrange causando isolamento e falta de interações comunicativas verbais. Esse relato indica que eles têm consciência dessa perda cognitiva. Nas conversações ou interações sociais entre pacientes e cuidadores, muitas vezes a dificuldade de encontrar os itens lexicais não é claramente percebida. Entretanto, com o progresso da doença essa incompreensão se acentua, gerando situações estressantes e de sobrecarga, especialmente para o cuidador. A presente pesquisa objetivou analisar os itens lexicais no discurso oral dos pacientes com doença de Alzheimer, verificar aquelas palavras mais preservadas, que visem à elaboração de estratégias linguísticas adequadas e que permitam o desenvolvimento de mecanismos discursivos, a fim de identificar estratégias que possam melhorar a interação entre cuidadores e pacientes. Neste estudo avaliaram-se os itens lexicais verbos e substantivos, hápax e as oito outras categorias gramaticais da língua portuguesa de 23 pacientes com doença de Alzheimer e 23 idosos controles sadios.(AU)
Biblioteca responsável: BR85.1
Localização: BR85.1 – USP/IP/SBD; T RC523 A366a e.1
Selo DaSilva