Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

Brasil

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Neurotoxicidade relacionada ao uso de oxaliplatina

Brito, Fernanda Rodrigues.
Ribeirão Preto; s.n; 2014. 30 p.
Tese em Português | SESSP-CTDPROD | ID: ses-31789

Resumo

Neoplasia é a expressão utilizada para indicar alterações celulares que produzem um crescimento exagerado dessas células. Essas alterações podem ser benignas ou malignas, sendo que o câncer é um tipo maligno. O tratamento para o câncer é baseado em inibir a proliferação excessiva de células neoplásicas, podendo abranger três tipos principais de métodos: cirurgia, radioterapia e a quimioterapia. Este último é o método que usa compostos químicos, chamados quimioterápicos, na terapêutica de doenças causadas por agentes biológicos. Quando aplicada ao câncer, a quimioterapia é conhecida como quimioterapia antineoplásica ou antiblástica. Dependendo da fase da doença, dois ou até três esquemas terapêuticos podem ser ajustados ao mesmo tempo ou de forma sequencial. Dentre os antineoplásicos a oxaliplatina, objeto deste estudo, vem se destacando por ser a primeira linha de tratamento de diversos tipos de câncer. Seus efeitos antitumorais aumentam o seu uso em combinação com outros agentes antineoplásicos. Entretanto, a neurotoxicidade, apesar de ser na maioria das vezes reversível, parece ser o efeito colateral que mais atrai atenção. A toxicidade neurológica devido à terapia com a oxaliplatina dependendo do grau de intensidade causa muito desconforto e promove limitação das dosagens e continuação do tratamento. Essa neurotoxicidade pode ser dividida em duas síndromes distintas. A primeira é de fase aguda, devido à hiperexcitabilidade transitória dos nervos periféricos. Já, a segunda síndrome, conhecida como neuropatia sensorial periférica ocorre principalmente nas extremidades distais. Esta forma de neurotoxicidade possui implicações clínicas mais importantes, e podem durar vários meses, resultando em uma perturbação grave da função. Desta forma, o objetivo do presente estudo foi revisar artigos acerca de pesquisas realizadas sobre a neurotoxicidade ocasionada pela quimioterapia utilizando oxaliplatina com o intuito de auxiliar na... (AU)
Neoplasia is the term used to indicate cellular changes that produce an exaggerated growth of these cells. These changes can be benign or malignant, and the cancer is a malignant type. The treatment of cancer is based inhibit excessive proliferation of neoplastic cells, and may cover three main types of methods: surgery, radiation and chemotherapy. The latter is the method that uses chemical compounds, called chemotherapy in the treatment of diseases caused by biological agents. When applied to cancer, chemotherapy is known as antiblastic and antineoplastic chemotherapy. Depending on the stage of the disease, two or three therapeutic regimens may be adjusted simultaneously or sequentially. Among the antineoplastic oxaliplatin, object of this study, has stood out as the first-line treatment of various cancers. Their antitumor effects increase its use in combination with other antineoplastic agents. However, neurotoxicity, although most often reversible, the side effect appears to be attracting more attention. The neurological toxicity due to therapy with oxaliplatin depending on the degree of intensity causes much discomfort and promotes limitation of dosages and continued treatment. This neurotoxicity may be divided into two different syndromes. The first is acute, transient due to peripheral nerve hyperexcitability. Since the second syndrome known as peripheral sensory neuropathy occurs primarily at the distal ends. This form of neurotoxicity has important clinical implications, and can last several months, resulting in a serious disturbance in the function. Thus, the aim of this study was to review articles about research on the neurotoxicity caused by chemotherapy using oxaliplatin with the help of order to understand these types of adverse reactions in patients. This literature review was prepared by investigating.... (AU)
Biblioteca responsável: BR91.2
Localização: BR91.2; WA20, CDRPAP446
Selo DaSilva