Your browser doesn't support javascript.

BVS IEC

Instituto Evandro Chagas

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Clinical and epidemiological aspects of human papillomavirus genital infection in pregnant women from Imperatriz, Maranhão State, Brazil/Aspectos clínicos e epidemiológicos da infecção genital pelo papilomavírus humano em gestantes do município de Imperatriz, estado do Maranhão, Brasil

Sousa, Graciene Pereira de; von Ledebur, Esther Iris Christina Freifrau; Araújo, Marizeli Viana de Aragão; Dias, George Alberto da Silva; Chagas, Elcimara da Paixão Ferreira; Quaresma, Juarez Antonio Simões; Fuzii, Hellen Thais.
Rev Pan-Amaz Saude; 9(3): 31-38, 2018. tab
Artigo em Português | IEC - Instituto Evandro Chagas | ID: iec-17561

OBJETIVO:

Determinar a prevalência da infecção da cérvice uterina pelo papilomavírus humano (HPV) em mulheres grávidas no município de Imperatriz, estado do Maranhão, Brasil.

MATERIAIS E MÉTODOS:

O DNA-HPV foi detectado por reação em cadeia da polimerase em amostras de material cervicovaginal, coletadas com escova cervical, de 167 gestantes que responderam a um questionário com dados sociodemográficos, comportamentais e reprodutivos.

RESULTADOS:

A prevalência da infecção genital pelo HPV foi de 17,36%. As gestantes solteiras/separadas/viúvas apresentaram quatro vezes mais chances de adquirir infecção pelo HPV que as casadas (OR = 4,03; p = 0,0046). Primigestas apresentaram maior prevalência de infecção (29,03%), sendo estatisticamente significantes (OR = 3,42; p = 0,001).

CONCLUSÃO:

Os resultados permitem concluir que as gestantes mais suscetíveis à infecção pelo HPV são mulheres jovens, grávidas pela primeira vez e que estão em relações não estáveis, o que evidencia a necessidade de se combater a infecção por HPV pela implantação, ou ampliação de programas de educação sexual e planejamento familiar voltados para o público jovem, além de ampliar os programas continuados de vacinação contra o HPV.

OBJECTIVE:

To determine the prevalence of cervical human papillomavirus (HPV) infection in pregnant women from the Municipality of Imperatriz, Maranhão State, Brazil.

MATERIALS AND METHODS:

HPV-DNA was detected by polymerase chain reaction from cervicovaginal material collected with cervical brush from 167 pregnant women who answered a questionnaire with sociodemographic, behavioral and reproductive data.

RESULTS:

HPV genital infection prevalence was 17.36%. Single pregnant women had four times higher chances of HPV infection than married pregnant women (OR = 4.03; p = 0.0046). Primigravidas had higher infection prevalence (29.03%), statistically significant (OR = 3.42; p = 0.001).

CONCLUSION:

With these results it is possible to conclude that pregnant women who are more susceptible to HPV infection are young women, pregnant for the first time, and in unstable marital relationships, which shows the need to combat HPV infection by implanting or expanding sexual education and family planning programs focused on young people, in addition to expanding the continued anti-HPV vaccination programs.
Biblioteca responsável: BR275.1
Localização: BR275.1