Vigitel Brasil 2017: saúde suplementar: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2017

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde. Coordenação Geral de Vigilância de Agravos e Doenças não Transmissíveis; Agência Nacional de Saúde Suplementar (Brasil).
Brasília; Ministério da Saúde; 2018. 140 p. Livrotabgraf.
Monografia em Português | Vigilância em Saúde, LILACS, Portal de Textos Completos | ID: mis-39834