Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Características da assistência à saúde a pessoas com Diabetes mellitus acompanhadas na Unidade de Saúde da Família Pedregal II, em Cuiabá, MT: reflexões para a equipe de saúde / Las características de la asistencia a la salud para pacientes de Diabetes mellitus asistidos en la unidad de salud de la familia pedregal II, Cuiabá, mt: reflexiones para el equipo de salud / Characteristics of health assistance for Diabetes mellitus patients studied in pedregal II family health unit, Cuiabá, mt: reflections for the health team

Silveira, Jorge Augusto Alves; Resende, Henrique Magalhães Pereira de; Lucena Filho, Adeildo Martins de; Pereira, Juliana Guisardi.
Mundo saúde (Impr.); 34(1): 43-49, jan.-mar. 2010. graf, tab
Português, Espanhol | ACERVO | ID: mis-24451
O Diabetes mellitus representa um grave problema de saúde pública apresentando incidência mundial crescente e impactos como condição crônica na vida de pessoas, famílias e sociedade. Consistindo numa condição sensível à atuação da atenção primária à saúde, a detecção precoce e o acompanhamento criterioso por profissionais de saúde, têm estreita relação com qualidade e uma maior sobrevida das pessoas com diabetes. Este estudo visa caracterizar as pessoas com diabetes e analisar seu acompanhamento na Unidade Básica de Saúde da Família Pedregal II do município de Cuiabá/MT, tendo como parâmetros algumas orientações do Caderno de Atenção Básica – Diabetes mellitus do Ministério da Saúde. O estudo teve caráter observacional, exploratório-descritivo, por meio de revisão dos prontuários e fichas Sishiperdia. A população consistiu em 45 pessoas com diabetes que tiveram acompanhamento na Unidade no período de janeiro a dezembro de 2009. Na qualificação dos dados coletados constatou-se que 98 por cento eram maiores de 45 anos; 71 por cento mulheres; e 82 por cento alfabetizados. Parâmetros como circunferência abdominal, avaliação do fundo de olho e exame dos pés foram realizados em menos de 12 por cento das pessoas. Exames laboratoriais como glicemia de jejum e hemoglobina glicada foram pouco solicitados. As orientações sobre tabagismo, atividade física e dieta não foram valorizadas nas consultas ou não foram devidamente anotadas. Avaliando os registros em prontuário e ficha Sishiperdia, a maioria dos resultados aponta para um acompanhamento bastante deficiente às pessoas com diabetes na população estudada, apontando para necessidade de revisão da eficácia de registros e educação permanente dos profissionais de saúde envolvidos no atendimento. (AU)
Biblioteca responsável: BR599.1
Localização: BR599.1