Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A integralidade na Terapia Floral e a viabilidade de sua inserção no Sistema Único de Saúde / Integralidad de la Terapia Floral y la viabilidad de su incorporación al Sistema Unificado de Salud / Floral Therapy’s integrality and the viability of its incorporation to Unified Health System

Neves, Luciana Cohen Persiano; Selli, Lucilda; Junges, Roque.
Mundo saúde (1995); 34(1): 57-64, jan.-mar. 2010.
Português, Espanhol | ACERVO | ID: mis-24453
Este estudo teve por objetivo discutir a inclusão da Terapia Floral nas práticas terapêuticas do Sistema Único de Saúde (SUS), como estratégia da concretização do princípio de integralidade na atenção à saúde do usuário. Trata-se de um estudo qualitativo e exploratório, que utilizou como categorias norteadoras: o “emocional/físico”, a “singularidade”, a “resolutividade” e a “inserção no SUS”. Os dados foram coletados a partir de entrevistas com usuários da Terapia Floral e com profissionais do Centro de Saúde Modelo (CSM), uma unidade básica do SUS em Porto Alegre (RS). Os resultados indicaram que a Terapia Floral, ao tratar os sujeitos como seres singulares e na sua totalidade, permite uma atenção diferenciada. Na busca pela concretização da integralidade, os profissionais do CSM apontam como limitações: a formação dos profissionais, baseada em um paradigma biologicista/mecanicista; as sub-especializações; e a falta de recursos, principalmente financeiros. Em contrapartida, esta pesquisa constatou o baixo custo das práticas não alopáticas, incluindo-se também a Terapia Floral. A Terapia Floral é uma terapia coerente com os princípios do SUS e pode favorecer a resolutividade do sistema.Desta forma, seria oportuno e viável que ela fosse valorizada por suas peculiaridades e integrada ao SUS, sendo reconhecida e disponibilizada como opção terapêutica a toda população, para que possa contribuir na garantia da integralidade na atenção em saúde. (AU)
Biblioteca responsável: BR599.1
Localização: BR599.1