Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Influenza no Distrito Federal: operacionalização do sistema de vigilância e análise da situaçãoepidemiológica / Influenza in Distrito Federal: operationalization of the surveillance system and analysis of epidemiological situation

Silva, Erica Tatiane da; Lima, Tânia de Sousa; Reis, Priscilleyne Ouverney; Grisoto, Ana Luiza Sturion; Meneguessi, Geila Marcia; Segatto, Teres Cristina Vieira.
Mundo saúde (Impr.); 27(02): 139-150, abr., 2016. ilus, graf, tab
Português | LILACS | ID: mis-38788
Introdução: Atualmente, são escassos os estudos sobre a vigilância eepidemiologia da influenza no Brasil, inclusive no Distrito Federal (DF).Tais evidências são fundamentais para o planejamento e avaliação dosserviços, especialmente frente ao aumento do número de casos e óbitospor Influenza A (H1N1) e antecipação da sazonalidade de 2016.Objetivo: Descrever a operacionalização do sistema de vigilância eanalisar a situação epidemiológica da influenza no DF.Métodos: Trata‑se de um estudo descritivo compreendendo pesquisadocumental e análise de dados da vigilância epidemiológica da influenza.Foram investigados os marcos históricos, o arranjo organizacional dosistema atual, a situação epidemiológica de 2016 e as ações para enfren‑tamento desta sazonalidade no DF.Resultados: O histórico da evolução da vigilância da influenza no DFe seu arranjo organizacional atual evidenciam a contínua ampliação efortalecimento deste sistema. Até a semana epidemiológica 30 de 2016,foram notificados 430 casos de síndrome respiratória aguda grave e100 casos de síndrome gripal, com predominância do vírus InfluenzaA (H1N1) (n=136). Para o enfrentamento desta sazonalidade, foramdesenvolvidas ações voltadas à vigilância epidemiológica e laboratorial,imunização, educação em saúde, integração entre a vigilância e os ser‑viços de atenção à saúde, e preparação para eventos de massa.Conclusão: É necessária uma avaliação contínua da estrutura ecapacidade de resposta do sistema local de vigilância, incluindo omonitoramento de indicadores epidemiológicos e dos serviços e odesenvolvimento de ações integrais e intersetoriais para prevenção eenfrentamento dessa doença.(AU)
Biblioteca responsável: BR599.1