Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A fome e o Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) em filmes documentários brasileiros / Hunger and the Human Right to Adequate Nutrition (HRAN) in Brazilian documentary films

Silva, Juliana da Rosa Andrade; Camargo, Erika Barbosa; Monteiro, Renata Alves.
Comun. ciênc. saúde; 28(2): [205-2015], abr., 2017. tab
Português | LILACS | ID: mis-39824
Introdução: A fome e a desnutrição deixaram de ser temas de destaque nos meios midiáticos contemporâneos. No entanto, muitas discussões ainda podem ser levantadas sobre estas questões que ainda persistem nos dias atuais de muitos brasileiros.Objetivo: Analisar como o Direito Humano a Alimentação Adequada a partir do conteúdo abordado em documentários e matérias jornalísticas nacionais sobre a fome.Materiais e Métodos: O estudo utilizou de métodos audiovisuais a fim de realizar um recorte analítico-interpretativo. É de natureza qualitativa numa perspectiva de análise documental, abordando com maior profundidade uma realidade social denunciada em documentários de televisão e matérias jornalísticas.Resultados. Os materiais analisados possuem em comum é a abordagem de temáticas delicadas e que foram abordadas de modo a provocarem incômodo na audiência. “Garapa” é um filme em tom de denúncia social, retratado de forma incomum para produções contemporâneas, mostrando a desordem social instalada naquele cenário e sendo por fim uma tentativa de humanização da fome. “Peraí, é nosso direito” destaca para o fato de que o Governo Federal assinou tratados internacionais que garantem o DHAAConclusão: Os direitos humanos são imperativos para assegurar a todos a existência de uma vida digna. Os filmes documentais constituem meios de divulgação e denúncia a uma realidade que está posta, muitas vezes ignorada. Ressalta-se que nos meios acadêmicos faz-se vital que a formação de profissionais tenha delineação comprometida no debate de temas de dimensão social que tratam de seres socialmente vítimas da invisibilidade(AU)
Biblioteca responsável: BR599.1