Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Implementação de políticas como processo social: agentes, estruturas, discurso e arenas de poder / Policy implemention as a social process: agents, structures, discourse and arenas of power

Schleicher, Rafael Tavares; Marques, Paulo.
Comun. ciênc. saúde; 28(3-4): [389-401], jul.2017. tab
Português | LILACS | ID: mis-39856
Esse artigo de revisão tem como objetivo central identificar os conceitos essenciais para gestores de política pública relacionados à implementação de políticas. Para o cumprimento do objetivo, o método utilizado é o de revisão conceitual de literatura, sendo que a escolha das obras para revisão tem como origem os esforços de síntese apresentados por Hall e Taylor (1996), Hill e Hupe (2002), Barrett (2004), Saraiva e Ferrarezi (2006) e Bertelli (2012). A questão central que une todas as obras identificadas é a debatida por Pressman e Wildavsky (1973), sobre porque os resultados frequentemente diferem dos objetivos da política pública. Para organizar a revisão das diversas abordagens propostas pelos autores identificados, o artigo se inspira no debate proposto por Giddens (1979, 1984) sobre Agente (burocracia) e Estrutura (instituições), além de dois elementos ligados ao processo de estruturação, Discurso (argumentação) e Arenas de Poder (tipo de política). Como resultados, a revisão proposta pelo artigo identifica vinte e três conceitos essenciais para os gestores de políticas. A conclusão do artigo discute a importância do ensino e debate dos conceitos e teorias sobre implementação de políticas para o processo democrático no Brasil, bem como o desafio de construir conhecimento a partir da prática e experiência(AU)
Biblioteca responsável: BR599.1