Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Ginger oil (Zingiber officinale) in the fight against larvae ofContracaecum sp. that cause human zoonoses / Óleo de gengibre (Zingiber officinale) no combate a larvasde Contracaecum sp. causadoras de zoonoses humanas

Pavanelli, Gilberto Cezar; Simas, Islayla Paloma Nunes; Gonçalves, José Eduardo; Castro, Ana Luiza de Brito Portela.
Mundo saúde (Impr.); 42(2): [534-547], mar., 2018. tab, ilus, graf
Inglês, Português | LILACS | ID: mis-40122
Os helmintos nematoides anisaquídeos possuem grande importância em saúde pública, havendo vários relatos deinfecções humanas causadas pelas larvas desses parasitos em vários países do mundo. Esses parasitas são comuns empeixes de água doce e marinhos, tendo o homem como hospedeiro acidental. A contaminação ocorre quando os sereshumanos se alimentam de peixes crus na forma de sushi, sashimi e ceviche, infectados pelos estados larvais dessesnematoides. Nos rios brasileiros há registros dessas larvas em Astyanax altiparanae (lambaris) e Geophagus brasiliensis(acará ou papa-terra), que são espécies amplamente distribuídas na região Neotropical, em especial no Brasil. Essasdoenças são pouco conhecidas pelos profissionais da saúde brasileiros, pois sua frequência ainda é pequena, devido aobaixo consumo de peixes pela população e às dificuldades no diagnóstico pela classe médica. O presente estudo tevecomo objetivo avaliar a ação larvicida do óleo essencial de gengibre (Zingiber officinale) em larvas de Contracaecumsp. retirados da cavidade visceral de acarás e lambaris, coletados no lago do Parque do Ingá, Maringá, PR no ano de2016. Nesse sentido, 234 espécimes de peixes foram necropsiados e suas larvas testadas para verificar o efeito larvicidado gengibre. Destes peixes, 123 estavam parasitados, equivalendo a 52,5%, dos quais coletou-se 181 larvas, todas nacavidade celomática. Essas substancias mostraram-se promissores larvicidas, promovendo a morte das larvas no teste invitro do óleo essencial do gengibre. Essa ação larvicida foi observada em tempos e concentrações diferentes, mostrandoa eficácia do óleo de gengibre no combate a essa zoonose. Sugere-se que novos produtos naturais sejam testados comesse objetivo, pois é crescente o aumento no número de pessoas que passaram a se alimentar de peixes crus no Brasil(AU)
Biblioteca responsável: BR599.1