Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

 
adicionar à sua lista
1.

Papilomavírus humano: prevalência e genótipos encontrados em mulheres HIV positivas e negativas, em um centro de referência no extremo Sul do Brasil/ Human papillomavirus: prevalence and genotypes found among HIV-positive and negative women at a reference center in the far south of Brazil

Autor(es): Entiauspe, Ludmila Gonçalves; Teixeira, Lisiane Ortiz; Mendoza-Sassi, Raul Andrés; Gonçalves, Carla Vitola; Martinez, Ana Maria Barral de; Gonçalves, Paulo
Fonte: Rev Soc Bras Med Trop;43(3): 260-263, maio-jun. 2010. tab
Artigo [LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde ID: 548519 ] Idioma(s): Português
INTRODUÇÃO: O objetivo deste estudo foi detectar a presença do papilomavírus humano e verificar a prevalência e distribuição dos genótipos HPV-6, -11, -16 e -18 em mulheres HIV-1 positivas e negativas. MÉTODOS: Analisou-se amostras de secreção cervical de 98 mulheres por reação em cadeia da polimerase nested para presença do HPV e tipo-específica para detecção dos genótipos, sendo estes confirmados por análise dos fragmentos de restrição. Realizou-se os testes do qui-quadrado e Fisher para a análise estatística. RESULTADOS: O DNA-HPV foi observado em 66,3 por cento das amostras analisadas, 76,4 por cento no grupo HIV positivo e 60 por cento no grupo HIV negativo (p=0,1). Uma prevalência maior de infecção viral por genótipos oncogênicos foi observada no grupo de pacientes HIV positivo (65,2 por cento) quando comparado ao grupo HIV negativo (28,6 por cento), (p=0,006), sendo HPV-16 foi o mais frequente nos dois grupos, seguido pelo HPV-18. CONCLUSÕES: Sugere-se que mulheres HIV positivas apresentam maior probabilidade de se infectar por genótipos oncogênicos de HPV, ressaltando a importância de um programa de rastreamento e diagnóstico diferenciado para este grupo.
INTRODUCTION: The aim of this study was detect the presence of human papillomavirus and investigate the prevalence and distribution of the HPV-6, 11, 16 and 18 genotypes among HIV-1 positive and negative women. METHODS: Samples of cervical smears from 98 women were analyzed using the nested polymerase chain reaction for the presence of HPV and using the type-specific technique for genotype detection. Genotypes were confirmed by means of restriction fragment analysis. The chi-square and Fisher tests were performed for the statistical analysis. RESULTS: HPV-DNA was observed in 66.3 percent of the samples analyzed: 76.4 percent in the HIV-positive group and 60 percent in the HIV-negative group (p = 0.1). Higher prevalence of viral infection due to oncogenic genotypes was observed in the HIV-positive group (65.2 percent) than in the HIV-negative group (28.6 percent), (p = 0.006), and HPV-16 was the most frequent in the two groups, followed by HPV-18. CONCLUSIONS: It is suggested that HIV-positive women present a higher likelihood of infection by oncogenic HPV genotypes, and the importance of a screening and differential diagnosis program for this group is highlighted.