Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

 
adicionar à sua lista
1.

Benefícios da modificação do estilo de vida na síndrome metabólica/ Benefits of lifestyle modification on the metabolic syndrome

Autor(es): Valmorbida, Luiza Armani; Borsatto, Alice Carvalho; Feoli, Ana Maria; Antunes, Maria Terezinha; Breigeiron, Márcia Koja; Macagnan, Fabrício Edler
Fonte: Fisioter. mov;26(4): 835-843, set.-dez. 2013. tab
Artigo [LILACS - Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde ID: 699902 ]  LILACS Express Idioma(s): Português
INTRODUÇÃO: Os principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares hipertensivas e isquêmicas da síndrome metabólica (SM) podem ser favoravelmente modificados pelo estilo de vida (EV). OBJETIVO: Avaliar o efeito de um programa de modificação do estilo de vida sobre os fatores de risco cardiovascular de voluntários com síndrome metabólica (SM). MATERIAIS E MÉTODOS: Ensaio clínico em que oito voluntários (cinco mulheres) com diagnóstico de SM foram submetidos, ao longo de três meses, à intervenção nutricional quinzenal e a um programa de exercício físico, realizado em esteira rolante com intensidade de 65% a 75% da frequência cardíaca máxima, com duração de 30 minutos, três vezes por semana. Após o programa os dados foram comparados pelo teste t de Student. RESULTADOS: Houve redução significativa da pressão arterial sistólica (-7,5%), triglicerídeos (-6,7%) e lipoproteínas de alta densidade (-8%). Além disso, o índice de trabalho cardíaco avaliado em repouso reduziu significativamente (-11%), ao passo que o condicionamento físico expresso pelo trabalho muscular e consumo de oxigênio aumentaram significativamente (29% e 24%, respectivamente). CONCLUSÃO: Até o momento, esses resultados indicam que a mudança nos hábitos alimentares associados à prática regular de exercício físico pode reduzir beneficamente as concentrações de triglicerídeos, bem como a PAS e o DP. Além disso, devido à relevância dos resultados obtidos ao final do programa, acredita-se que a continuidade das atividades propostas neste estudo possa beneficiar outros indivíduos com SM.
INTRODUCTION: The main risk factors for hypertensive and ischemic cardiovascular disease of the metabolic syndrome (MS) can be favorably change by the life style (LS). OBJECTIVE: Evaluate the effect of a lifestyle modification program (LMP) on cardiovascular risk factors of the Metabolic Syndrome (MS). MATERIALS AND METHODS: In this clinical trial, 08 volunteers (05 women) with MS underwent a biweekly nutritional intervention and a physical exercise program, using a treadmill, at 65-75 % of maximum heart rate, during 30 minutes, three times a week. After tree mouths on LPM the data were compared using Student's t-test. RESULTS: There was a dramatic reduction in systolic blood pressure (-7.5%), triglycerides (-6.7%) and high density lipoprotein (-8%). Moreover, there was a reduction in resting double product (-11%) and an increase in physical conditioning expressed by the workload in watts (29%), as well as in the oxygen consumption (24%). CONCLUSION: Until this moment, these results indicate that food habits change, associated to frequently physical exercise can reduce the triglycerides concentration as well as SBD and DP. Besides, since the relevance of the results obtained at the end of the program, we believe that the continuity of the activities proposed by this study can benefit other individuals with MS.