Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Dimensionamento e carga de trabalho da enfermagem em UTI pediátrica e neonatal / Dimensioning and workload of nursing in pediatric and neonatal UTI

Teixeira, Fabiana Ferreira Rodrigues.
Curitiba; s.n; 20171208. 69 p.
Tese em Português | BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: bde-32773

INTRODUÇÃO:

O adequado dimensionamento de pessoal deve ser considerado benefício, na ótica da promoção da saúde e satisfação do trabalhador de enfermagem, para que haja a realização de cuidados seguros. A carga de trabalho, embora fundamental neste contexto, não é sistematicamente considerada.

OBJETIVO:

analisar o dimensionamento e a carga de trabalho da equipe de enfermagem de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal e Pediátrica da Rede de Hospitais Próprios do Estado do Paraná.

METODOLOGIA:

pesquisa exploratória de base documental, com dimensionamento da carga de trabalho, por meio do Nursing Activities Score, na assistência de 76 pacientes em cinco Unidades de Terapia Intensiva infantil de quatro hospitais públicos. A coleta de dados foi realizada de abril a julho de 2017, os prontuários dos pacientes e a escala de trabalho mensal constituíram as fontes documentais. Para o cálculo do dimensionamento de pessoal utilizou-se o proposto por Inoue e Matsuda (2010) e parâmetros das Resoluções 543/2017 (COFEN, 2017) e 26/2012 (BRASIL, 2012). Os resultados foram comparados entre si e com a força de trabalho de cada unidade pesquisada.

RESULTADOS:

a carga de trabalho apresentou-se elevada segundo o Nursing Activities Score, cuja média nas Unidades de Terapia Intensiva Neonatal perfez 87,32, 76,03, 55,73% nos hospitais A, B, C respectivamente; 94,42% na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica do hospital A e 71,87% na Unidade de Terapia Intensiva Neopediátrica do hospital D. Esses resultados demandam dimensionamento de pessoal superior ao obtido pela Resolução 26/2012; quando comparados à Resolução 543/2017 e à força de trabalho observou-se variabilidade entre defasagem e excesso de profissionais...(AU)
Biblioteca responsável: BR501.1
Localização: BR501.1; 618.9200231, T266