Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

O Yoga como mediador de aprendizagens para a promoção da saúde: entre cuidado, práticas e experiências de si / Yoga as a mediator of learning for health promotion: between care, practices and experiences of self

Ramos, Alcione Cássia dos Santos.
Belo Horizonte; s.n; 2018. 144 p. ilus.
Tese em Português | BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: bde-33442
O interesse pelo Yoga tem aumentado nas últimas décadas. Na modernidade, esta prática se situa num campo de poder entre um discurso médico hegemônico e práticas de promoção da saúde que visam à invenção de novos modos de subjetivação. O objetivo deste estudo foi analisar o aprendizado dos praticantes de Yoga para a promoção da saúde. Partiu-se do pressuposto que o Yoga é uma prática educativa que possibilita uma relação do sujeito consigo mesmo e com isso os praticantes desenvolvem o cuidado de si. Foi realizada uma pesquisa de natureza qualitativa, tendo como cenário o núcleo de convivência da Associação dos Servidores Municipais da Prefeitura de Belo Horizonte (ASSEMP). Os dados foram obtidos por meio de 62 horas de observação das aulas de Yoga, entrevistas narrativas com 15 praticantes de Yoga da instituição e análise das cartas redigidas por eles, nas quais foi solicitado que aconselhassem um amigo sobre cuidado. Os dados foram trabalhados na perspectiva de uma analítica pós-crítica do discurso. Os resultados revelaram que o Yoga encontra-se num campo de transição entre os ideários de liberdade da promoção da saúde e, ao mesmo tempo, constitui-se um instrumento do biopoder, reproduzindo discursos hegemônicos no campo da saúde. Os participantes utilizam o Yoga para cuidar do corpo físico, emocional, mental e espiritual. Suas condutas também transitam entre práticas normativas e práticas de cuidado de si. O cuidado de si se revelou como portando os seguintes sentidos: encontro consigo e reconhecimento da necessidade da mudança; ser ativo em relação a si mesmo e à vida; equilíbrio - temperança; a questão da verdade; conhecimento de si; cuidado com o outro; reconexão corpo/alma/espírito. Aprende-se com Yoga a refletir sobre si e, neste refletir, a fazer a conexão consigo, a prestar atenção ao corpo e, neste prestar atenção, a cuidar de si. Há, portanto, diferentes dispositivos que parecem produzir a experiência de si...(AU)
Biblioteca responsável: BR21.1
Localização: BR21.1; T-WB541, RAYO