Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Avaliação dos atendimentos a pessoas com síndrome coronariana aguda em um pronto socorro público sem acesso a hemodinâmica / Evaluation of care for people with acute coronary syndrome in a public emergency room without access to hemodynamics

Pádua, Danielle Resende de.
Belo Horizonte; s.n; 2018. 84 p. tab, graf, ilus.
Tese em Português | BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: bde-33443
As mortes por Síndrome Coronariana Aguda (SCA) tem impacto importante no Brasil, sendo responsáveis por 31,4% dos óbitos em 2013. Isto relaciona-se ao fato de países em desenvolvimento apresentarem dificuldades de acesso a terapias de reperfusão em tempo hábil. Há uma lacuna entre a prática e padrões estabelecidos para os cuidados a pacientes com SCA. Para reduzir esse distanciamento, utiliza-se como recurso os Indicadores de Qualidade da SCA. Assim, é necessário avaliar os serviços que prestam assistência a pessoas com SCA para que recebam tratamento adequado com reconhecimento precoce do infarto e rápido encaminhamento a outras unidades de saúde, se indicado. Esse estudo objetivou analisar os resultados dos atendimentos a pacientes com síndrome coronariana aguda admitidos em um pronto socorro público sem acesso à intervenção coronária percutânea. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, retrospectivo que analisou 92 prontuários de pacientes admitidos com SCA no período de janeiro a outubro de 2016. Foram incluídos os pacientes adultos, classificados pelo Sistema de Triagem de Manchester, com diagnóstico confirmado de SCA e tempo de início de sintomas menor que 24 horas. Os dados foram apresentados em média, desvio padrão, mediana, intervalo interquartil (IQ), frequências absolutas e relativas. Foi realizado análise de associação entre a variável dependente, desfecho do paciente. Utilizou-se o software Statistical Package for Social Science versão 20.0. Valores de p<0,05 foram considerados significativos. Predominou o sexo masculino (65,2%) e a média de idade foi 61 (DP:±13,45) anos. O diagnóstico de infarto agudo do miocárdio com supra de ST (IAMCSST) foi evidenciado em 39,1% dos pacientes. A dor torácica foi a queixa principal mais frequente (80,4%) e a 70,6% dos pacientes foi atribuído o nível de prioridade laranja/muito urgente. A mediana de tempo entre registro e primeiro atendimento médico...(AU)
Biblioteca responsável: BR21.1
Localização: BR21.1; T-WY108, PAAV