Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Consulta de enfermagem com homens que vivem com câncer de próstata: o autocuidado na perspectiva da dialogicidade / Nursing consultation with men living with prostate cancer: self-care in the perspective of dialogicity

Ramos, Luciano Godinho Almuinha.
Niterói; s.n; 2018. 103 f p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-905844
Trata-se de um estudo sobre a consulta de enfermagem desenvolvida com homens que vivem com câncer de próstata, assistidos no ambulatório de urologia do Instituto Nacional do Câncer, com foco na educação em saúde. O Câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, e a taxa de incidência é cerca de seis vezes maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento. É considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de ¾ dos casos no mundo ocorrem a partir dos 60 anos. Diante disso vemos a consulta de enfermagem, realizada como meio de informação, reorientação de atitudes e a construção de novos saberes e práticas. O estudo tem como objetivo geral: compreender as repercussões das consultas de enfermagem desenvolvidas com homens assistidos no ambulatório de câncer de próstata do Instituto Nacional do Câncer, unidade 1 (HC1), tendo em vista seu caráter educativo. Os objetivos específicos foram descrever como são realizadas as consultas de enfermagem neste ambulatório, à partir da visão dos homens assistidos nesse serviço; analisar as concepções dos pacientes em relação a essa atividade; e discutir a consulta de enfermagem junto à clientela, no que tange a dialogicidade e o autocuidado. Estudo de natureza qualitativa, do tipo estudo de caso, com abordagem participativa. Os participantes foram 30 homens com diagnóstico de neoplasia de próstata assistidos nas consultas. O cenário foi o ambulatório de urologia do Instituto Nacional do Câncer. Os dados foram coletados entre Julho e Novembro de 2017 por meio de entrevistas semiestruturadas, rodas de conversa e observação participante. Em seguida, foi realizada a análise dos dados por meio da análise de conteúdo de Bardin, do tipo temática. Após esta análise, foram construídas categorias que ajudaram na construção e tratamento dos dados que compuseram este estudo, que são: a consulta de enfermagem como ambiente de construção do saber para o autocuidado; família, espiritualidade e a religiosidade: formas de resiliência desveladas na consulta de enfermagem; e a consulta de enfermagem e as formas de enfrentamento das consequências do câncer. Os resultados demonstram que existe um forte caráter educativo e dialógico nestas consultas que têm a família e na religião pilares fundamentais para o enfrentamento da doença. Questões relativas à masculinidade, ao trabalho e queixas urinárias também contribuem para o convivência com esta patologia
Biblioteca responsável: BR1342.1
Localização: BR 1342.1, R175; D 614