Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde Pública

Saúde Pública Brasil - Literatura Científico-Técnica

Imprimir Resultado em

Formato de exportação:

Resultado em

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Evidências de revisões sistemáticas Cochrane sobre o tratamento da fibromialgia / Evidence from Cochrane systematic reviews on the treatment of fibromyalgia

Galliano, Stefano Alvarenga; Campelo, Beatriz Palma Soengas; Pacheco, Rafael Leite; Trevisani, Virgínia Fernandes Moça; Rachel, Riera.
Diagn. tratamento; 22(4): 184-196, Out.-dez. 2017. tab
Artigo em Português | | ID: biblio-875496
Contexto: A fibromialgia é uma doença crônica reumática não articular, multifatorial, caracterizada por dor musculoesquelética difusa, fadiga física e mental, alterações de comportamento, concentração, memória e/ou alterações de sono. Estima-se que afete de 2% a 4% da população mundial, sendo mais prevalente em mulheres entre 35 e 60 anos, e está associada a incapacidade e prejuízo nas atividades de vida diária. Objetivo: Avaliar evidências de revisões sistemáticas (RSs) Cochrane sobre efetividade e segurança de intervenções para fibromialgia. Métodos: Revisão de revisões sistemáticas com busca sistematizada na Biblioteca Cochrane. Três pesquisadores avaliaram os critérios de elegibilidade das revisões encontradas e fizeram uma síntese qualitativa dos resultados. Resultados: Foram incluídas 27 revisões sistemáticas Cochrane avaliando o uso de intervenções farmacológicas (20) e não farmacológicas (7). As RSs incluídas demonstraram evidência de alta qualidade no uso de inibidores da recaptação da serotonina e da noradrenalina (redução de dor e fadiga e melhora da qualidade de vida) e de pregabalina (redução da dor e aumento do bem-estar global). Para todas as outras intervenções consideradas, a qualidade da evidência é insuficiente ou baixa. Conclusão: Baseadas em evidências de alta qualidade, as revisões sistemáticas Cochrane incluídas nesta revisão demostram que inibidores da recaptação da serotonina e da noradrenalina e pregabalina demonstram algum benefício para pacientes com fibromialgia.