Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde Pública

Saúde Pública Brasil - Literatura Científico-Técnica

Imprimir Resultado em

Formato de exportação:

Resultado em

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Avaliação econômica dos casos de Dengue atribuídos ao desastre de 2011 em Nova Friburgo (RJ), Brasil / Economic evaluation of cases of dengue fever attributed to the disaster of 2011 in Nova Friburgo (State of Rio de Janeiro/Brazil)

Pereira, Carlos Alexandre Rodrigues; Barata, Martha Macedo de Lima; Hoelz, Melania de Paulo Cariello; Medeiros, Viviane Nunes Lopes Oliveira; Marincola, Felipe de Carvalho Vommaro; Costa Neto, Cristina; Marinho, Diana Pinheiro; Oliveira, Teresa Vieira dos Santos; Trigo, Aline Guimarães Monteiro; Medeiros, Thiago Klein de.
Ciênc. Saúde Colet; 19(9): 3693-3704, 09/2014. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-720585
A perspectiva apontada pelos cenários climáticos desenvolvidos para o Brasil é de provável aumento no número de eventos hidrometeorológicos extremos nos próximos anos. Por isso, se faz importante o estudo dos agravos em saúde que poderão se intensificar em decorrência desses eventos. Portanto, por meio deste artigo, propõe-se estimar o custo representado pelos casos de dengue atribuídos ao desastre de 2011, em Nova Friburgo (RJ). Verificou-se que ocorreram 1.356 casos suspeitos de dengue, dos quais 937 foram confirmados. O custo total da doença pode ter variado, no mínimo, entre R$ 66 mil e R$ 499 mil, no cenário de menor valor de salário, sendo que cerca de 70% desse custo ocorreu entre os casos confirmados. O desastre provocou grandes mudanças no ambiente do município que, junto com os problemas de saneamento e limpeza urbana, que ocorreram em períodos posteriores ao evento, acabou por aumentar a disponibilidade de locais que pudessem servir de criadouro do mosquito, facilitando sua proliferação e aumentando a incidência da dengue, doença que na década anterior ao desastre teve baixa incidência no município. Isso ilustra o potencial que eventos como ao ocorrido em 2011, em Nova Friburgo, podem ter no incremento desses casos e, consequentemente, nos custos da doença.