EVIPNet Brasil > Pesquisa > id:"biblio-870885"
adicionar à sua lista
1.

Efeito da terapia cognitivo-comportamental e exercícios versus programa de exercícios supervisionados em pacientes com dor lombar crônica não específica: estudo controlado aleatorizado/ Effect of cognitive behavioral therapy plus exercise versus supervised exercise program in patients with chronic nonspecific low back pain: a randomized controlled trial

Autor(es): Magalhães, Mauricio Oliveira
Fonte: São Paulo; s.n; 2016. [75] p. ilus, tab, graf.
[ ID: 870885 ] Idioma: Português
Tipo de publicação: Ensaio Clínico Controlado Aleatório
Comparar a efetividade da atividade gradual versus programa de exercícios supervisionados em pacientes com dor lombar crônica não específica para os desfechos intensidade da dor, qualidade da dor, incapacidade funcional, qualidade de vida, percepção do efeito global, retorno ao trabalho, atividade física, capacidade física e cinesiofobia. Método: Participaram do estudo 66 indivíduos com idade entre 18 a 65 anos com dor lombar crônica não específica, randomizados em dois grupos: Grupo atividade gradual (n=33) e Grupo fisioterapia (n=33). Os desfechos primários foram: intensidade da dor (Escala Numérica de dor) e incapacidade funcional (Questionário de Incapacidade de Roland Morris) e os defechos secundários: Qualidade da dor (Questionário de dor de McGill) qualidade de vida (Short-Form Health Survey Questionnaire), Percepção do Efeito Global (Escala de Percepção do Efeito Global), retorno ao trabalho, atividade física (Questionário de atividade física habitual de Baecke), capacidade física (Teste sentado para de pé e Teste de Caminhada de 15,2 metros), cinesiofobia (Escala Tampa para Cinesiofobia). As intervenções foram individualizadas, com duração de uma hora, por seis semanas e frequência de duas vezes por semana. Cada indivíduo foi avaliado na linha de base e no follow up de seis semanas, três e seis meses após o tratamento. O nível de significância estabelecido foi de ?=0,05. Resultados: Após seis meses, ambos os grupos melhoraram, porém não houve diferença significante entre os grupos para intensidade da dor (média da diferença de 0,1 pontos; IC a 95% -1,1 a 1,5) e incapacidade funcional (média da diferença de 0,0; IC a 95% -2,9 a 3,0). Não foram encontradas diferenças estatisticamente significante entre os grupos para os demais desfechos. Conclusão: Nossos resultados sugerem que atividade gradual e fisioterapia apresentam efetividade similar na redução da intensidade da dor e melhora da incapacidade funcional em pacientes com dor lombar...
To compare the effectiveness of graded activity versus physiotherapy in patients with chronic nonspecific low back pain for pain intensity, quality of pain, disability, quality of life, global perceive effect, return to work, physical capacity and kinesiophobia. Methods: Sixty-six patients between 18 to 65 years old with chronic nonspecific low back pain were randomized into two groups: Graded activity group (n=33) and physiotherapy group (n = 33). The primary outcomes were: Intensity pain (Numerical Pain Scale) and disability (Roland Morris Disability Questionnaire). The secondary outcomes were: Quality of pain (McGill Pain Questionnaire), quality of life (Short-Form Health Survey Questionnaire), Global perceived effect (Global perceived effect scale), return to work, physical activity (Baecke Questionnaire of Habitual Physical Activity), physical capacity (sit-to-stand test and 15.24m walk test) and kinesiophobia (Tampa Scale of Kinesiophobia) The intervention was individualized, twice a week, one hour for six weeks. The participants were assessment for a blind assessor in the baseline and six weeks, three and six month's follow-up. The level of significance was established in ?=0.05. Results: After six weeks, both groups improved, but we not observed significance difference between groups (mean difference 0.1 points; CI 95% -1.1 a 1.5) and disability (mean difference 0.0; IC a 95% -2.9 a 3.0). We not observed statistical difference between groups for all outcomes. Conclusion: Our study provide high quality evidence that graded activity and physiotherapy have similar effectiveness reducing intensity pain and disability in patients with chronic nonspecific low back pain...