EVIPNet Brasil > Pesquisa > id:"biblio-891069"
adicionar à sua lista
1.

Mandibular dental arch short and long-term spontaneous dentoalveolar changes after slow or rapid maxillary expansion: a systematic review

Autor(es): Alves, Arthur César de Medeiros; Maranhão, Olga Benário Vieira; Janson, Guilherme; Garib, Daniela Gamba
Fonte: Dental Press J Orthod;22(3): 55-63, May-June 2017. tab, graf
[ ID: 891069 ]  LILACS Express Idioma: Inglês
ABSTRACT Objective: The aim of this systematic review was to analyze the short and long-term spontaneous dentoalveolar changes of the mandibular dental arch after slow (SME) or rapid (RME) maxillary expansion in the mixed and early permanent dentitions. Methods: An electronic search was performed in the following databases: PubMed/Medline, Cochrane Library, Scopus, Embase and Web of Science. Eligibility criteria for article selection included randomized controlled trials and prospective studies written in English, with no restriction of year of publication, involving patients who underwent SME or RME during the mixed or early permanent dentitions. A double-blind search of articles was performed by two reviewers. Initially, the title and the abstract of the studies were read, and their references were also hand-searched for possible missing studies. A methodological quality scoring scale was used to analyze the selected articles. Results: The search retrieved 373 articles, but only 6 were selected for review after application of the eligibility and exclusion criteria. Non-clinically significant spontaneous dentoalveolar changes of approximately 1mm were found in the mandibular dental arch in the short and long-term, after slow or rapid maxillary expansions. Furthermore, no significant differences were found between treated and control groups. Conclusions: There is enough evidence to conclude that negligible short and long-term spontaneous dentoalveolar changes tend to occur in the mandibular dental arch after SME or RME in the mixed and early permanent dentitions. More randomized studies with appropriate control group are required to better evaluate this issue.
RESUMO Objetivo: o objetivo da presente revisão sistemática foi analisar as alterações dentoalveolares espontâneas, em curto e longo prazos, após a expansão lenta (ELM) ou rápida (ERM) da maxila, durante a dentição mista e permanente jovem. Métodos: uma busca eletrônica foi executada nas seguintes bases de dados: PubMed/Medline, Cochrane Library, Scopus, Embase e Web of Science. Os critérios de elegibilidade para a seleção dos artigos incluíram ensaios clínicos randomizados controlados e estudos prospectivos escritos em língua inglesa, sem restrição do ano de publicação, envolvendo pacientes que foram submetidos a ELM ou ERM durante a dentição mista ou permanente jovem. Dois revisores realizaram, de forma independente, uma busca por artigos. Inicialmente, o título e o resumo dos artigos foram lidos, e uma busca manual foi realizada nas referências dos artigos selecionados, a fim de se avaliar possíveis estudos não encontrados. Resultados: trezentos e setenta e três artigos foram encontrados com a busca, porém apenas seis foram selecionados para a revisão após a aplicação dos critérios de inclusão e de exclusão. Alterações dentoalveolares espontâneas sem significância clínica de aproximadamente 1 mm foram encontradas na arcada dentária inferior em curto e longo prazos, após a expansão lenta ou rápida da maxila. Além disso, não foram observadas diferenças significativas entre os grupos tratados e os controles. Conclusão: existe evidência suficiente para se concluir que alterações dentoalveolares espontâneas sem significância clínica tendem a ocorrer na arcada dentária inferior em curto e longo prazos após a ELM e ERM na dentição mista e permanente jovem. Mais ensaios clínicos randomizados com grupos controles adequados são necessários para melhor avaliar essa questão.