EVIPNet Brasil > Pesquisa > id:"biblio-891986"
adicionar à sua lista
1.

Observational methods for biomechanical risk assessment in workers: a systematic review/ Métodos observacionais para avaliar riscos biomecânicos em trabalhadores: uma revisão sistemática

Autor(es): Lamarão, Andressa Marques; Costa, Lucíola da Cunha Menezes; Compera, Maria Luiza Caires; Padula, Rosimeire Simprini
Fonte: Fisioter. Mov. (Online);30(2): 379-389, Apr.-June 2017. tab, graf
[ ID: 891986 ]  LILACS Express Idioma: Inglês
Abstract Introduction: Among the methods of measurement of the biomechanical risk factors available in the literature, the observational methods have greater applicability in occupational practice. Objective: To identify observational methods used in Brazilian workers to identify and to evaluate their translation/cross-cultural adaptation procedures and measuring property tests. Methods: Three search strategies were used in MEDLINE, EMBASE, CINAHL, LILACS and SCIELO. After a review of titles and abstracts, potential articles were read in full for inclusion and subsequent extraction of data related to translation, cross-cultural adaptation and measurement properties of the observational methods. Results: 5349 potential studies were found and 29 were eligible for inclusion. The methods used in Brazilian workers were: AET, NIOSH, OCRA, OWAS, QEC, RARME, REBA and RULA. All procedures regarding the translation and cross-cultural adaptation were positive for the QEC and REBA. The translation, synthesis of the translations and review committee procedures were doubtful for the OCRA method. The QEC measuring properties showed negative reliability, doubtful internal consistency, and positive agreement and construct validity. The REBA showed negative reliability and agreement. The RARME presented positive reliability and negative construct validity. Conclusion: For most observational methods used in Brazilian workers, the translation and cross-cultural adaptation procedures were not performed and their measurement properties were not performed, highlighting the need to perform these procedures before using them.
Resumo Introdução: Dentre os métodos de mensuração dos fatores de risco biomecânicos disponíveis na literatura, os métodos observacionais apresentam maior aplicabilidade na prática ocupacional. Objetivo: Localizar métodos observacionais - utilizados em trabalhadores brasileiros, identificar e avaliar seus procedimentos de tradução/adaptação transcultural e testes de propriedades de medida. Métodos: Foram utilizadas três estratégias de busca nas bases de dados MEDLINE, EMBASE, CINAHL, LILACS e SCIELO. Após análise de títulos e resumos, os artigos potenciais foram lidos na integra para serem incluídos, e posterior extração dos dados da tradução, adaptação transcultural e propriedades de medida dos métodos observacionais. Resultados: Encontrados 5349 estudos em potencial e 29 incluídos. Os métodos utilizados em trabalhadores brasileiros foram: AET, NIOSH, OCRA, OWAS, QEC, RARME, REBA e RULA. O QEC e o REBA apresentaram todas as etapas de tradução e adaptação positivas. O OCRA apresentou tradução, síntese das traduções e comitê de revisão duvidosos. As propriedades de medida do QEC apresentaram confiabilidade negativa, consistência interna duvidosa, concordância positiva. O REBA apresentou confiabilidade e concordância negativa. O RARME apresentou confiabilidade positiva e validade de construto negativa. Conclusão: A maioria dos métodos utilizados em trabalhadores brasileiros não efetuaram os procedimentos de tradução, adaptação transcultural e teste de propriedades de medida, ressaltando a necessidade de realizar esses procedimentos antes de utilizá-los.