EVIPNet Brasil > Pesquisa > id:"lil-758282"
adicionar à sua lista
1.

Estudo clínico randomizado e controlado de implantes de diâmetro reduzido confeccionados em titânio puro e uma liga de titânio/zircônico instalados em área de molares inferiores: resultados de 1 ano de acompanhamento/ One-year follow up of titanium/zirconium alloy X commercially pure titanium narrow-diameter implants placed in the molar region of the mandible: a randomized controlled trial

Autor(es): Tolentino, Lívia de Souza
Fonte: São Paulo; s.n; 2014. 42 p. ilus, tab. (BR).
[ ID: 758282 ] Idioma: Português
O objetivo do presente estudo clínico randomizado e controlado foi de avaliar e comparar o nível ósseo marginal (NOM) ao redor de implantes de diâmetro reduzido (IDRs - 3,3 mm) confeccionados em uma liga de titânio/zircônio e titânio puro instalados em regiões de molares inferiores após um ano das próteses estarem em função. Dez pacientes participaram do estudo. Em cada paciente um IDR de titânio com adição de zircônio (TiZr; Grupo Teste) e um IDR de titânio puro (Ti; Grupo Controle) foram instalados de forma randomizada em áreas contralaterais de molares inferiores. Após 8 semanas de cicatrização, as próteses metalocerâmicas foram instaladas e os pacientes foram incluídos em um programa de controle de placa bacteriana. Radiografias periapicais foram utilizadas para avaliar o NOM nas faces mesial e distal dos implantes. Essas medidas foram realizadas imediatamente após a instalação das próteses (T1) e um ano após as próteses estarem em função (T2). Além disso, profundidade clínica de sondagem, sangramento à sondagem, supuração, placa bacteriana visível, e mobilidade do implante foram avaliados para a determinação das taxas de sucesso e sobrevivência do implante. Após 1 ano de acompanhamento, a média da mudança do nível ósseo periimplantar marginal nas faces interproximais foi de 0,32±0,27 e 0,35±0,24 mm nos sítios do Grupo Teste e Controle, respectivamente (p> 0,05). Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos. Além disso, não houve falhas nos implantes neste período de acompanhamento e os valores médios das variáveis clínicas estudas também foram similares entre os grupos (p> 0,05). Desta forma, este trabalho sugere que IDRs feitos da liga titânio/zircônio ou de titânio puro, podem ser igualmente usados para suportar coroas unitárias em regiões posteriores da mandíbula...
The aim of the present randomized controlled trial study was to analyze marginal bone loss (MBL) and clinical parameters around narrow-diameter implants (NDIs - 3.3 mm) made of titanium/zirconium alloy (TiZr) in comparison to commercially pure titanium (cpTi) installed in the molar region of the mandible after one year in function. Ten patients participated in the study. A TiZr and a cpTi NDI were randomly installed in contralateral molar sites of the mandible of each patient in a split-mouth design. Eight weeks after healing, all metal-ceramic single crowns were adapted to the implants and patients were enrolled in a plaque control program. MBL at the mesial and distal aspects of the implants were evaluated by comparing periapical radiographs taken immediately after prosthesis installation (T1) and one year after loading (T2). Clinical probing depth, bleeding on probing, suppuration, visible plaque, and implant mobility were evaluated to determine implant success and survival rates. Mean MBL at the interproximal aspects of TiZr implant sites was 0.32±0.27 mm, while at cpTi implant sites MBL was 0.35±0.24 mm (p> 0.05). Both TiZr and cpTi NDIs presented 100% implant survival and success rates, with no significant differences in the clinical parameters studied (p> 0.05). In conclusion, TiZr and cpTi NDIs presented similar outcomes after one year in function in the molar region of the mandible. The results suggest that TiZr and cpTi NDIs may be equally used to support single crowns in the posterior area of the mouth. However, further studies with longer follow-up periods are necessary to confirm these findings...