EVIPNet Brasil > Pesquisa > id:"lil-778408"
adicionar à sua lista
1.

A green approach for the quantification of daptomycin in pharmaceutical formulation by UV spectrophotometry

Autor(es): Tótoli, Eliane Gandolpho; Salgado, Hérida Regina Nunes
Fonte: Braz. j. pharm. sci;51(4): 811-821, Oct.-Dec. 2015. tab, graf
[ ID: 778408 ]  LILACS Express Idioma: Inglês
abstract Daptomycin is the first approved drug from a new class of antimicrobials, the cyclic lipopeptides, and is a very important antimicrobial agent in current clinical practice. Currently, there are no "green" analytical methods described in the literature to analyze the typical pharmaceutical dosage form of daptomycin. Thus, the aim of this work was to validate an environment-friendly spectrophotometric method in the UV region, for the analysis of daptomycin as a lyophilized powder. Water was used as diluent and the analyses were carried out on a spectrophotometer at 221 nm. The method met all validation requirements of the ICH guidelines, over a concentration range of 6-21 µg mL-1. A Student's t-test demonstrated that the proposed method was comparable to an HPLC method previously validated. Thus, the validated spectrophotometric method could quantify daptomycin in a powder form for injectable solutions, while being an economical, rapid, and "green" alternative for routine analysis in quality control.
resumo A daptomicina é o primeiro membro aprovado de uma nova classe de antimicrobianos, os lipopeptídeos cíclicos, e é muito importante para a prática clínica atualmente. Não existem métodos analíticos "verdes" descritos na literatura para a análise da daptomicina na forma farmacêutica. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi a validação de método espectrofotométrico na região do UV ambientalmente favorável para análise da daptomicina em pó liofilizado. A água foi escolhida como diluente e as análises foram realizadas em 221 nm. O método atendeu a todas as exigências de validação dos guias do ICH, na faixa de 6-21 µg mL-1. Teste t de Student mostrou que o método proposto é intercambiável com método de HPLC previamente validado. Assim, o método espectrofotométrico validado é capaz de quantificar a daptomicina em pó para solução injetável e é uma opção econômica, rápida e "verde" para análises de rotina do controle de qualidade deste fármaco.