EVIPNet Brasil > Pesquisa > id:"lil-781886"
adicionar à sua lista
1.

Adiponectina modifica a resposta à suplementação de ômega-3 em humanos com fatores de risco cardiovascular/ Adiponectin modifies the response to omega-3 suplementation in persons with cardiovascular risk factors

Autor(es): Barbosa, Milena Maria de Araújo Lima
Fonte: São Paulo; s.n; 2015. 74 p.
[ ID: 781886 ] Idioma: Português
Ácidos graxos ômega-3 (-3) apresentam características cardioprotetoras e seu baixo consumo tem sido associado ao aumento da resistência insulínica e à baixa concentração de adiponectina no sangue. OBJETIVO: Testar se a suplementação com -3 melhora o perfil cardiometabólico em humanos com fator de risco cardiovascular e se a concentração basal de adiponectina modifica a resposta a essa suplementação. MÉTODOS: Neste ensaio clínico, duplo-cego, placebo-controlado e paralelo, distribuímos aleatoriamente 80 indivíduos nos grupos -3 (suplementado com 3,0 g/dia de óleo de peixe, contendo 37 por cento de ácido eicosapentaenoico [EPA] e 23 por cento de ácido docosahexaenoico [DHA]) e placebo (3,0 g/dia de óleo de girassol, contendo 65 por cento de ácido linoleico), ambos suplementados durante dois meses. Avaliamos concentração sérica de adiponectina e leptina, perfil lipídico e de apolipoproteínas, LDL eletronegativa, marcadores inflamatórios (interleucinas 2, 4, 6, 8 e 10, MCP1, IFN- e TNF-) e metabolismo glicídico (glicose e insulina), adotando nível de significância de 5 por cento . RESULTADOS: No momento basal, os grupos -3 e placebo foram semelhantes quanto ao sexo, idade (média de 52,0 anos), raça, estado civil, trabalho, escolaridade e renda. Após intervenção, o grupo -3 aumentou a concentração sérica de adiponectina. No geral, as citocinas apresentaram redução após intervenção em ambos os grupos; IL-10 foi a única cuja concentração média aumentou, no grupo -3, mas, sem diferença significativa entre os grupos. Ao estratificar os indivíduos do grupo -3 segundo concentração basal de adiponectina, aqueles com menores concentrações tiveram maior redução de colesterol total, LDL, LDL/HDL, LDL/Apo B e LDL(-). Indivíduos que apresentaram maior variação da concentração de adiponectina reduziram a glicemia...
Omega-3 fatty acids (-3) have shown cardioprotective characteristics and their low consumption has been associated with increased insulin resistance and low blood concentration of adiponectin. OBJECTIVE: To analyze if -3 supplementation improves cardiometabolic profile in humans with cardiovascular risk factor and if adiponectin concentration at baseline level modifies the response to this supplementation. METHODS: In this double-blind, placebo-controlled, clinical trial, we randomized 80 subjects into two groups: -3 (supplemented with 3.0g/day of fish oil containing 37 per cent eicosapentaenoic acid [EPA] and 23 per cent docosahexaenoic acid [DHA]) and placebo (3.0g/day of sunflower oil containing 65 per cent linoleic acid). Both groups received supplementation for two months. At baseline period and after eight weeks of intervention, we evaluated serum adiponectin and leptin, lipid profile and apolipoproteins, electronegative LDL, inflammatory markers (interleukin 2, 4, 6, 8 and 10, MCP1, IFN- and TNF-) and glucose metabolism (glucose and insulin)...