Your browser doesn't support javascript.

Plataforma de Conhecimentos

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Cooperação internacional e escassez de médicos: análise da interação entre Brasil, Angola e Cuba / International cooperation and shortage of doctors: an analysis of the interaction between Brazil, Angola and Cuba

Alves, Sandra Mara Campos; Oliveira, Felipe Proenço de; Matos, Mateus Falcão Martins; Santos, Leonor Maria Pacheco; Delduque, Maria Celia.
Ciênc. Saúde Colet; 22(7)jul. 2017. tab
Artigo em Português | BDS | ID: biblio-847771
A escassez de médicos, principalmente em áreas remotas, é tida como uma questão crítica para o desenvolvimento dos sistemas nacionais de saúde e tem motivado uma série de projetos de cooperação internacional. Este estudo possui caráter exploratório, de abordagem qualitativa, em que se analisaram casos de cooperação entre Brasil, Angola e Cuba. Foi realizada revisão não sistemática de literatura e selecionados artigos de livre acesso e documentos oficiais que abordavam experiências de cooperação em saúde. Foram comparadas características previamente selecionadas e que apontavam para ações de enfrentamento do tema da escassez de médicos. Concluiu-se que as interações entre os três países foram profícuas e potencialmente vantajosas para a saúde da população dos países analisados. As ações de cooperação Sul-Sul estabelecidas apresentaram resultados positivos nas dimensões das políticas de educação e regulatórias, além de atuar na perspectiva da não dependência internacional e do fortalecimento da capacidade endógena, pontos importantes para a avaliação dos componentes estruturante dos sistemas de saúde.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1