Your browser doesn't support javascript.

Plataforma de Conhecimentos

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

O Programa Mais Médicos no Estado de Mato Grosso, Brasil: uma análise de implementação / The Mais Médicos (More Doctors) Program in Mato Grosso State, Brazil: implementation analysis

Mota, Reinaldo Gaspar da; Barros, Nelson Filice.
Ciênc. Saúde Colet; 21(9): 2879-2888, Set. 2016.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-795308
Resumo Embora os 224 profissionais contratados pelo Programa Mais Médicos (PMM) para fortalecer a Política Nacional da Atenção Básica (PNab), em 104 municípios do Estado do Mato Grosso, tenham encontrado importantes dificuldades em relação ao processo de trabalho, ocorreram avanços importantes na saúde das populações atendidas pelo Programa Mais Médicos (PMM). Este artigo analisa a implementação e o desenvolvimento do PMM em Mato Grosso (MT), de 2013 a 2015. Foram analisados dados primários obtidos em grupos focais e em entrevistas com os atores sociais das instituições envolvidas e secundários de relatórios dos supervisores, tutores, gestores e instituições que compõem a Comissão Estadual do PMM (CCE). Apesar das dificuldades na gestão política de implementação, os resultados apontam que a experiência foi positiva, pois supera antigos obstáculos, aumenta o acesso aos usuários, promove o debate sobre o tema, além de experimentar e propor caminhos para o fortalecimento da Atenção Básica em MT. Conclui-se haver necessidade de ampliar as discussões acadêmicas sobre o provimento, a formação médica, o modelo de assistência e a qualificação dos recursos humanos pela educação permanente através da integração ensino-serviço-comunidade.
Abstract Although the 224 health professionals engaged by the More Doctors for Brazil Project (Projeto Mais Médicos para o Brazil, PMMB) to strengthen the National Primary Health Care Policy (Política Nacional de Atenção Básica, PNab) in 104 municipalities of Mato Grosso (MT) State have encountered significant problems in the work process, important advances have resulted in the health of populations served by the More Doctors Programme (Programa Mais Médicos, PMM). This article analyses the implementation and development of the PMM in MT, from 2013 to 2015, on the basis of primary data from focus groups and interviews of social stakeholders at the institutions involved and secondary data from reports by supervisors, tutors, managers and institutions on the MT State Coordinating Committee (CCE) of the PMM. Despite political difficulties in managing implementation, the results show that the endeavour was beneficial in that it surmounted previous obstacles, afforded users greater access, prompted discussion of the problem and proposed and experimented with ways to strengthen primary health care. We conclude that there is a need for broader academic discussion of the provision and training of doctors, of the model of care and of human resource capacity-building by continuing professional development with integration among teaching, service and community.
Biblioteca responsável: BR1.1