Your browser doesn't support javascript.

Plataforma de Conhecimentos

PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Ingressantes no curso de medicina de uma instituição de ensino superior pública / Ingressants in the medicine course of an institution of public higher education

Almeida, Irenizia Marques Quinteiro de; Silva, Fabiana Aparecida da.
Rev. Ciênc. Estud. Acad. Med; 8ago.-dez. 2017.
Artigo em Português | Coleciona SUS (Brasil) | ID: sus-36101
Introdução: O presente artigo busca identificar o perfil sociodemográfico do estudante ingressante no curso de Medicina Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), bem como o motivo de escolha pelo curso. Metodologia: Aplicou-se um questionário aos alunos que ingressaram no curso de Medicina da UNEMAT a partir do semestre letivo 2015/1, perfazendo o total de cinco, das dez existentes turmas, e abrangendo um total de 141 estudantes. Resultados e Discussão: Dos ingressantes no período pesquisado, 76 (54%) são do sexo feminino e 65 (46%) do sexo masculino, revelando o aumento da inserção feminina no curso de Medicina e o futuro equilíbrio com o sexo masculino. A maioria dos alunos do curso de Medicina da instituição é jovem, com idade entre 18 a 23 anos. São advindos de 20 Estados da Federação, prevalecendo estudantes do estado de Mato Grosso, reflexo, provavelmente, da manutenção do ingresso por vestibular próprio no segundo semestre letivo. Mais da metade dos pesquisados estudaram em escolas particulares, tanto no ensino fundamental (52%) quanto no ensino médio (64%) e realizaram cursos preparatórios pré-vestibulares. A vocação pela profissão foi motivo de escolha pela Medicina de 78% dos alunos, optando pela UNEMAT devido à ausência de mensalidade e por não ser aprovado em outra instituição. Dentre os participantes da pesquisa, a infraestrutura não foi apontada como um dos principais motivos pela escolha do curso de Medicina do estabelecimento de ensino. Conclusão: O perfil do estudante que ingressa no curso de Medicina da UNEMAT é jovem, sendo a maioria do sexo feminino, que escolheu a Medicina por vocação a profissão, realizou mais de um vestibular, escolheu a UNEMAT pela ausência de mensalidade e não foi a sua primeira opção de instituição. Espera-se que esses dados possam contribuir com os gestores para elaboração de estratégias de mudanças e para a discussão e reflexão crítica acerca do ensino médico no Brasil.(AU)
Introduction: This article aims to identify the sociodemographic profile of the incoming student in the Medical University of the State of Mato Grosso (UNEMAT) course, as well as the reason for choosing the course. Methodology: A questionnaire was applied to the students who entered the medical course of UNEMAT from the academic semester 2015/1, making a total of five, out of the ten existing classes, and covering a total of 141 students. RESULTS AND DISCUSSION: 76 (54%) of the study participants were female and 65 (46%) male, revealing the increase in female insertion in the medical school and the future balance with males. Most of the institution's medical students are young, aged 18 to 23 years. They are coming from 20 States of the Federation, prevailing students from the state of Mato Grosso, probably reflecting the maintenance of admission by their own entrance exam in the second semester. More than half of those surveyed studied in private schools, both in elementary school (52%) and high school (64%), and attended pre-college preparatory courses. The vocation for the profession was the medical choice of 78% of the students, opting for UNEMAT due to the absence of monthly fees and not being approved in another institution. Among the participants of the research, the infrastructure was not indicated as one of the main reasons for choosing the medical course of the educational establishment. Conclusion: The profile of the student who joins the medical course of UNEMAT is young, with the majority female, who chose medicine by profession, performed more than one college entrance exam, chose UNEMAT for lack of tuition and did not go to your first choice of institution. It is hoped that this data can contribute with the managers for the elaboration of strategies of changes and for the discussion and critical reflection about the medical education in Brazil.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1