Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional de la BVS

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mas contactos

Enviar resultado
| |

Centro de atenção psicossocial III: construção e desenvolvimento das ações de enfermagem / Psychosocial Care Center III in the city of Rio de Janeiro

Rio de Janeiro; s.n; jan. 2017. 123 f p. ilus, graf, tab.
Tesis en Portugués | LILACS | ID: biblio-846533
Presentada en Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtención del grado de Mestre. Tutor: Peres, Maria Angélica de Almeida.

Resumen

Este estudo tem como objeto as ações da equipe de enfermagem em um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) III do município do Rio de Janeiro. CAPS é um serviço de base comunitária, criado para regular a atenção em saúde mental no país, cujo atendimento tem caráter interdisciplinar. Os CAPS III tem como peculiaridade o acolhimento noturno e, em sua equipe mínima, deve contar com Enfermeiro e Técnico de Enfermagem. Assim, as ações de enfermagem neste dispositivo são importantes para que o mesmo funcione a contento e de acordo com a Reforma Psiquiátrica. Os objetivos deste estudo foram: caracterizar a equipe de enfermagem em um Centro de Atenção Psicossocial III do município do Rio de Janeiro; descrever as ações realizadas pela equipe de enfermagem neste Centro; analisar como as ações de cuidado de enfermagem se constituem no mesmo. Estudo qualitativo de abordagem descritiva e exploratória. O cenário de estudo foi o Centro de Atenção Psicossocial III ­ João Ferreira da Silva Filho, localizado no município do Rio de Janeiro. Os participantes foram sete Enfermeiros e oito técnicos de enfermagem. A coleta de dados ocorreu por meio de entrevista semiestruturada. Os dados foram transcritos e analisados através da Analise Temática de Bardin à luz do Tidal Model desenvolvido por Phil Barker. Os resultados apontam que os profissionais de enfermagem desenvolvem ações que incluem os cuidados elementares de enfermagem e cuidados voltados para a rebilitação psicossocial. A equipe de enfermagem realiza atividades interna no CAPS e atividades extramuros, como matriciamento e visita domiciliar. O acolhimento noturno é realizado, na maioria das vezes, somente pela equipe de enfermagem, o que foi apontado como questão a ser solucionada no CAPS. A equipe de enfermagem desenvolve suas ações usando ferramentas para um cuidado terapêutico que converge para a desinstitucionalização e reinserção social. O tempo para a escuta é valorizado e, dessa forma, é possível trabalhar com as pessoas em sofrimento psíquico considerando o seu "oceano de experiências" e as melhores estratégias para superarem as diferentes marés, continuando a viver em suas casas com o apoio do CAPS. Conclusão: Os achados da pesquisa apontam para uma equipe de enfermagem que busca e se interessa por realizar um bom cuidado em saúde mental e possui total envolvimento com as questões sócio-históricas que perpassam esse cuidado. Tais questões fazem dos profissionais de enfermagem pessoas que lutam para que haja dignidade no tratamento e na assistência das pessoas em sofrimento psíquico, uma vez que são responsáveis em fazer valer uma mudança de lógica assistencial, qual seja, a mudança do modelo manicomial para o psicossocial.(AU)
Biblioteca responsable: BR442.1
Ubicación: BR442.1; T806 EEAN