Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Um estudo bibliométrico sobre a violência de gênero / A bibliometric study on gender violence

Saúde Soc; 25(3): 703-715, jul.-set. 2016. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: BIBLIO-830866

Resumo

Resumo A violência de gênero, apesar de global, é socialmente invisível, sendo urgente o avanço de produção científica sobre esse tema. Um estudo bibliométrico majora a demanda de debates ao demonstrar que as pesquisas abrangeram poucos países, ignoraram as consequências dos danos e ainda são, apesar de sua ampliação, incipientes. Este artigo objetivou descrever o panorama da produção científica sobre violência de gênero, procurando tecer uma análise crítica diante da magnitude da demanda. Buscaram-se artigos em inglês, pelos descritores gender e violence, na base de dados Web of Science, de 1982 a 2012, excluindo-se os textos de áreas específicas, que tratavam da violência geral ou adotaram "gênero" em substituição a sexo, restando 450 artigos. A bibliometria ratificou que as mulheres encontram-se em mais situações de violências, apesar da referência a crianças e adolescentes, homossexuais e homens. A produtividade das pesquisas em diversas áreas do conhecimento é crescente, revelando sua natureza multidisciplinar. Apenas 26 países sediaram estudos, número reduzido diante da amplitude do problema. A maioria dos estudos não abordou as consequências da violência de gênero, demonstrando uma importante lacuna na produção científica. Esta pesquisa evidenciou pontos pouco explorados pela produção científica, servindo de orientação para futuros estudos.
Abstract Gender violence, though global, is socially invisible, making it urgent for scientific production to stay ahead of this theme. A bibliometric study increases the demand for debates, by demonstrating that research is restricted to a few countries, ignoring the consequences of the damage and, despite expansion, still incipient. This article has the objective to describe the panorama of the scientific literature on gender violence, seeking to make a critical analysis on the magnitude of the demand. We sought articles in English, using the descriptors gender and violence, in the Web of Science database, from 1982-2012, excluding texts from specific areas, dealing with general violence or adopting "gender" instead of sex, resulting in 450 remaining articles. Bibliometry confirmed that women were more frequently in situations of violence, despite pointing to references of children and adolescents, as well as homosexuals and men. Research productivity in various areas of knowledge is growing, revealing its multidisciplinary nature. Only 26 countries hosted studies, a reduced number considering the scale of the problem. Most studies failed to address the consequences of gender violence, highlighting an important gap in scientific production. This research showed some points little explored by scientific production, and could serve as guidance for future studies.
Biblioteca responsável: BR67.1