Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeitos do treinamento em meio aquático no consumo de oxigênio máximo de idosos: revisão sistemática com metanálise de ensaios clínicos randomizados / Effects of water-based exercise in maximal oxygen uptake in elderly: a systematic review and meta-analysis of randomized clinical trials

Rev. bras. ativ. fís. saúde; 21(6): 525-533, nov. 2016. quad, fig
Artigo em Português | LILACS | ID: BIBLIO-831681

Resumo

O objetivo do presente estudo foi conduzir uma revisão sistemática com metanálise de ensaios clínicos randomizados para avaliar o efeito do treinamento em meio aquático no consumo de oxigênio máximo (VO2máx) de idosos. Os estudos elegíveis foram identificados a partir das bases de dados MEDLINE, PEDro, Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), Scopus e SportDiscus até o dia 23 de agosto de 2016. Os dados foram extraídos de estudos randomizados que incluíram idosos (maior ou igual a 60 anos) e que compararam treinamento no meio aquático, na posição vertical, com o grupo controle que não realizou treinamento ou realizou treinamento em meio terrestre. A metanálise foi conduzida utilizando as diferenças entre as médias dos valores pós-intervenção dos grupos controle e experimental com o modelo de efeitos randômicos e a heterogeneidade estatística foi avaliada pelo teste Q de Cochran e inconsistência (I2). De um total de 2200 artigos, sete ensaios clínicos randomizados foram incluídos com 227 sujeitos. Os resultados do desfecho principal indicaram um efeito significativo do VO2máx a favor do exercício no meio aquático em comparação ao grupo controle (95%IC: 7,04 (3,29; 10,79); I2 98%; p<0,05). A partir destes resultados, conclui-se que a hidroginástica é um exercício efetivo para a melhora do condicionamento cardiorrespiratório e pode ser indicada como uma forma de melhorar a capacidade aeróbia de idosos.
The aim of the present study was to conduct a systematic review with meta-analyses of randomized controlled trials to evaluate the effect of a water-based exercise training in the maximal oxygen uptake (VO2máx) in elderly. The eligible studies were identified in the databases MEDLINE, PEDro, Biblioteca Virtual da Saúde (BVS), Scopus and SportDiscus up to August 23rd 2016. Data were extracted from randomized controlled trials that included elderly people (greater or equal than 60 years old) and that compared water-based exercise training, in the upright position, with a control group that did not trained or that performed a land-based exercise training. Meta-analyses were conducted using the differences between the averages of the post-intervention values of intervention and control groups, using the random effect model and the statistical heterogeneity was assessed by Cochran's Q test and inconsistency (I2). Of a total of 2200 trials, seven were included with a total of 227 subjects. The results of the primary outcome indicated a significant effect of the VO2máx in favor to the water-based exercise compared to control group (95%CI: 7.04 (3.29; 10.79); I2 98%; p<0.05). It can be concluded that water-based exercise training is an effective exercise to improve cardiorespiratory conditioning and can be indicated as a modality to improve aerobic capacity in elderly people.
Biblioteca responsável: BR12.1
Localização: BR12.1