Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estratégia Saúde da Família e sua relação com as internações por condições sensíveis à Atenção Primária em Pernambuco, no período de 2000-2014 / Family Health Strategy and its relationship with th e Hospitalization for Sensitive Conditions to Primary Healthcare in the State of Pernambuco, in the 2000-2014 period

Recife; s.n; 2016. 93 p. Grafico, Tabela.
Tese em Português | LILACS | ID: BIBLIO-831714
Apresentada a Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães para obtenção do grau de Master. Orientador: Mendes, Antônio da Cruz Gouveia.

Resumo

O presente estudo teve por objetivo analisar a relação entre a cobertura da ESF e as internações por condições sensíveis em Pernambuco. Estudo descritivo e analítico, quantitativo, com dados dos municípios de Pernambuco, de 2000-2014, agregados segundo porte populacional e região de saúde, além de abordagens considerando sexo, faixa etária e causa de internação. A análise dos dados ocorreu pela construção de séries históricas dos indicadores, análise de tendência e análise de correlação. Percebeu-se redução das taxas de internações sensíveis maior que nas não sensíveis, bem como maior amplitude das variações no período de 2000-2008, coincidindo com o período de maior expansão da ESF. As maiores taxas de internações sensíveis ocorreram nos menores de 1 ano e nos idosos com 60 e mais anos, sendo estes últimos detentores da maior redução do período. Houve taxas mais elevadas no sexo feminino e redução mais relevante no masculino. As gastroenterites infecciosas foram as principais responsáveis pelas internações sensíveis à APS. Os gastos com Icsap, em geral, sofreram redução. Concluiu-se que: após período certa estabilidade na cobertura da ESF, houve nova aceleração do crescimento em 2013 e 2014, fato que pode estar relacionado ao Programa Mais Médicos; há forte relação inversamente proporcional entre a cobertura da ESF e as internações por condições sensíveis; a redução ocorrida nos menores de 1 ano foi relevante, porém inferior ao esperado, tendo em vista a ênfase dada pela atenção primária a essa população; pelo mesmo motivo, não seria esperada a presença das doenças imunopreveníveis e as relacionadas ao pré-natal e parto entre os grupos de causas que sofreram elevações. (AU)
This study aimed to analyze the relationship between Family Health Strategy (FHS) coverage and hospitalizations for sensitive conditions in Pernambuco. Descriptive and analytical study, quantitative with data of counties of Pernambuco, from 2000-2014, aggregated by population size and health region, besides approaches taking into consideration gender, age and cause of hospitalization. The data analysis occured by the construction of historical series of indicators, trend analysis and correlation analysis. It was noticed a reduction in the rates of sensitive hospitalizations greater than in non-sensitive causes, as well as a greater amplitude of variations in the period 2000-2008, coinciding withthe period of greatest expansion of the FHS. The highest sensitive hospitalization rates occurred in children under 1 year and elderly with 60 years or more, the latter holding the greatest reduction of the period. There were higher rates in female sex and more relevant reduction in male sex. Infectious gastroenteritis were the main responsible for hospitalizations sensitive to Primary Health Care. ICSAP spending, in general, were reduced. It was concluded that: after a certain period of stability in FHS coverage, there was a new acceleration of growth in 2013 and 2014, which may be related to the More Doctors Program; there is a strong inversely proportional relationship between FHS coverage and hospitalizations for sensitive conditions; the reduction that occurred in children under 1 year was relevant, butlower than expected, bearing in mind the emphasis given to primary care to this population; for the same reason, it wouldn ́t be expected the presence of vaccine-preventable diseases and the ones related to prenatal and childbirth among the groups of causes that have experienced highs. (AU)
Biblioteca responsável: BR1.1