Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Intraventricular pneumocephalus associated with nasocephalic necrosis in a puppy: a case report / Pneumoencéfalo intraventricular associado à área de necrose nasoencefálica em filhote canino: relato de caso

Arq. bras. med. vet. zootec; 69(2): 333-339, mar.-abr. 2017. ilus
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-833826

Resumo

Pneumocephalus is defined as the presence of air in any of the intracranial compartments. Its most frequent causes are trauma and cranial surgery. Clinical signs occur as a result of increased intracranial pressure and vary with the location and extent of the lesion. A case involving a seven-month-old female Saint Bernard, who suffered cranial trauma caused by a bite to the face at ten days of age and had presented with seizures and localized pain four months previously is reported. A computed tomography scan of the skull revealed a nasocephalic mass with low contrast enhancement, bone lysis, and hypodensity (-940 Hounsfield units) of the lateral and third ventricles, indicating intraventricular pneumocephalus. During surgery, a fragment of the mass was collected for histopathological examination, which demonstrated the presence of multifocal areas of necrosis. The computed tomography (CT) is a reliable method for the characterization of intracranial lesions and diagnosis of pneumocephalus, whose occurrence must be considered in pathological processes in which there is increased intracranial pressure and in patients undergoing certain surgical procedures and anesthetic specific, and CT is indicated as a monitoring tool for these patients.(AU)
Pneumoencéfalo é definido como a presença de gás em quaisquer dos compartimentos intracranianos e possui como causas mais frequentes o traumatismo e cirurgias cranianas. Os sinais clínicos ocorrem como consequência do aumento de pressão intracraniana e variam conforme o local e a extensão da lesão. Relata-se o caso de uma cadela de sete meses de idade, da raça São Bernardo, que sofreu trauma por mordedura em face, quatro meses antes, apresentando crises convulsivas e sensibilidade dolorosa local desde então. O exame tomográfico do crânio revelou massa nasoencefálica com baixa captação de contraste, lise óssea e hipodensidade (-940HU) dos ventrículos laterais e terceiro ventrículo encefálico, caracterizando pneumoencéfalo intraventricular. Foi realizada intervenção cirúrgica e coleta de fragmento da massa para exame histopatológico, que demonstrou existência de necrose multifocal. O exame de tomografia computadorizada (TC) é um método confiável para a caracterização de lesões intracranianas e diagnóstico de pneumoencéfalo, cuja ocorrência deve ser considerada em processos patológicos nos quais há aumento da pressão intracraniana e em pacientes submetidos a alguns procedimentos cirúrgicos e anestésicos específicos, sendo a TC indicada como ferramenta de monitoramento desses pacientes.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1