Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ideologia que permeia a prática da educação permanente por tutores e preceptores da residência multiprofissional em saúde / Ideology that permeates the practice of Permanent Health Education by tutors and preceptors of the Multiprofessional Residency in Health

Rio de Janeiro; s.n; dez. 2016. 147 f p. graf, tab.
Tese em Português | BDENF - Enfermagem | ID: biblio-836772
Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Doutor. Orientador: Cardoso, Maria Manuela Vila Nova.
Com a instituição da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde e a regularização da Residência Multiprofissional em Saúde, os profissionais de saúde foram acionados a facilitar o processo de formação profissional como tutores e preceptores, sendo necessário desenvolver competências e habilidades específicas para a prática educativa da Educação Permanente em Saúde. O estudo teve como objeto: a ideologia que permeia a Educação Permanente em Saúde na formação pedagógica e na prática educativa dos tutores e preceptores da Residência Multiprofissional em Saúde. Os objetivos foram: descrever as formas simbólicas que expressam a Educação Permanente em Saúde na formação pedagógica e na prática educativa dos tutores e preceptores da Residência Multiprofissional em Saúde; analisar a transmissão cultural de formas simbólicas da Educação Permanente em Saúde na prática educativa dos tutores e preceptores da Residência Multiprofissional em Saúde; e discutir a ideologia na prática da Educação Permanente em Saúde por tutores e preceptores da Residência Multiprofissional em Saúde. Utilizaram-se como referencial teórico os conceitos de formas simbólicas, transmissão cultural e ideologia, e como referencial metodológico a Hermenêutica de Profundidade, ambos de John B. Thompson. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, desenvolvido em duas unidades hospitalares da Universidade Federal do Rio de Janeiro, do qual participaram 27 tutores e preceptores de Residência Multiprofissional em Saúde. Foram utilizadas três fontes de evidência: fontes primárias como legislações reguladoras e projetos pedagógicos da Residência Multiprofissional em Saúde; fontes secundárias como artigos publicados em periódicos e livros; e entrevista não diretiva realizada com tutores e preceptores. Constatou-se que a implantação da Residência Multiprofissional em Saúde foi realizada de forma impositiva, sem tempo hábil para sua adequada estruturação. Dessa forma, a inserção dos tutores e preceptores ocorreu sem o devido protagonismo e formação pedagógica apropriada à prática da Educação Permanente em Saúde. Como consequência, a prática educativa foi marcada pela reprodução de ações do modelo vigente e por ações isoladas e individualizadas da Educação Permanente em Saúde, que não encontraram apoio para problematizar e modificar a prática de saúde. Contudo, em uma das instituições, após a implantação da Residência Multiprofissional em Saúde, houve por iniciativa da Coordenação desta e dos Gestores da Instituição, contínua oferta de formação pedagógica, subsidiando o desenvolvimento de habilidades e competências para realizar a Educação Permanente em Saúde de forma coletiva e institucionalizada. O que gerou, de forma gradativa, integração da atenção e da gestão ao processo de ensino-aprendizagem, com incorporação de novos sentidos e significados à prática educativa e assistencial. Conclui-se que a prática educativa na Residência Multiprofissional em Saúde permeia a disputa de poder pelo modelo de atenção e gestão vigente na saúde. Que tutores e preceptores com formação pedagógica adequada à prática da Educação Permanente em Saúde podem por meio de saberes e fazeres compartilhados com os demais atores da produção do cuidado e do conhecimento tensionar as relações de dominação existentes na área da saúde e desencadear novas práticas de atenção e gestão.(AU)
Biblioteca responsável: BR442.1
Localização: BR442.1; D378 EEAN