Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A qualitative exploration of facilitators and inhibitors influencing nurses' intention to leave clinical nursing / Análise Qualitativa dos Facilitadores e Inibidores que Influenciam a Intenção dos Enfermeiros de Abandonarem a Enfermagem Clínica / Análisis Cualitativo: Facilitadores e Inhibidores Influyentes Sobre Voluntad de Enfermeros Para Abandonar la Enfermería Clínica

Rev. Esc. Enferm. USP; 50(6): 982-989, Nov.-Dec. 2016. graf
Artigo em Inglês | LILACS | ID: biblio-842687
Resumo OBJETIVO Este estudo teve como objetivo determinar as barreiras e facilitadores que definem o desenvolvimento de uma intenção de abandonar a profissão de enfermagem, sob a perspectiva de enfermeiros clínicos do Irã. MÉTODO O estudo foi realizado através da análise de conteúdo qualitativo e incluiu 21 participantes que eram enfermeiros clínicos com vasta experiência de trabalho em uma variedade de cargos clínicos. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas semiestruturadas, e os dados obtidos com as entrevistas foram analisados e interpretados através do método da análise de conteúdo. RESULTADOS Durante a análise dos dados, 2 temas principais, 5 categorias e 12 subcategorias foram obtidos como indicado a seguir. Os facilitadores incluem: (I) identidade debilitada (status social vulnerável e violação da dignidade), (II) frustração (sentimento de subordinação, incluindo falta de reconhecimento) e (III) experiência de trabalho árduo (estresse ocupacional, trabalho árduo e trabalho por turnos). Os inibidores incluem: (I) gestão de comportamentos positivos (recompensas e sistemas de apoio) e (II) ser útil (satisfação espiritual, eficiência e desenvolvimento de habilidades profissionais). CONCLUSÃO Com base nos achados, pode-se concluir que supervisores responsáveis podem impedir os enfermeiros de abandonarem a enfermagem clínica, delegando-lhes atividades pertinentes e aumentando sua motivação e satisfação.
Biblioteca responsável: BR1.1