Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudantes e Professores da Área da Saúde Conhecem o Programa Mais Médicos? / Familiarity with the More Doctors Program Among Health Sciences Professors and Students

Rev. bras. educ. méd; 41(1): 110-116, jan.-mar. 2017. tab, graf
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-843592

Resumo

RESUMO Diminuir as iniquidades na assistência à saúde continua sendo um grande desafio para países tanto pobres quanto ricos. No Brasil, o Programa Mais Médicos (PMM) foi instituído pelo governo federal em 2013 com a proposta de formar recursos humanos na área médica para o Sistema Único de Saúde (SUS), diminuir a carência de médicos, reduzir as desigualdades regionais na área da saúde e aprimorar a formação médica, ampliando a inserção do médico em formação nas áreas onde ele possa conhecer melhor a realidade da saúde da população. Considerando que os estudantes da área da saúde estão diretamente envolvidos com as propostas e os desfechos desse programa, o objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento e posicionamento não só dos estudantes, mas também de seus professores sobre o PMM. Um questionário foi aplicado a 106 alunos e 53 professores de uma faculdade privada na área da saúde (Medicina e Odontologia). A taxa de acerto das 25 questões sobre os objetivos e propostas de ação do PMM variou de 38,4% a 50,6%. A maioria dos docentes e alunos de Medicina referiu conhecer o PMM e reconhecia como proposta do programa diminuir a carência de médicos e melhorar a atuação nas políticas públicas de saúde. A proposta de aprimoramento da formação médica, oferta de cursos de Medicina e de vagas para residência médica, entretanto, era desconhecida por mais de 60% dos entrevistados. A contratação de médicos estrangeiros foi erroneamente considerada não só como um dos objetivos do programa, mas também como a ação proposta para atingir seus objetivos. Em conclusão, alunos e professores de instituições da área da saúde, embora sendo atores importantes na estratégia de atingir os objetivos propostos, conhecem pouco o PMM, particularmente nas ações relacionadas ao currículo das escolas e à residência médica. Estimular debates sobre o programa em escolas médicas pode modificar essa situação e favorecer o seu desfecho.
ABSTRACT Tackling unequal access to healthcare is a major challenge in both developed and developing countries. In Brazil, the Programa Mais Médicos (More Doctors Program – PMM) was created by the federal government in 2013 in order to reduce the shortage of doctors, address regional inequalities in healthcare access and improve medical education, expanding doctors’ training in fields where they can better understand the reality of the population’s health. Considering that students in the healthcare field are directly involved with the proposals and outcomes of this program, the objective of this study was to evaluate student knowledge and positioning and also that of their teachers on the PMM. A questionnaire was therefore administered to 106 students and 53 professors at a private medical and dentistry school. The hit rate for the 25 questions on the PMM’s objectives and proposals ranged from 38.4% to 50.6%.The majority recognized the PMM’s aim to reduce the shortage of doctors and improve public policies related to healthcare. The PMM’s aim to improve medical training, increasing the availability of medical courses and medical residencies, proved, however, to be unknown to over 60% of respondents. The hiring of foreign doctors was mistakenly considered not only to be the objective of the program, but also part of the initiatives designed to achieve the program objectives. The conclusion reached is that although university health sciences students and professors serve as important actors in the strategy for achieving the PMM’s goals, they have limited knowledge on the program, particularly in terms of the initiatives related to medical curricula and medical residencies. Discussion on the program could be introduced to medical courses in order to address this situation and improve the program’s outcomes.
Biblioteca responsável: BR1.1