Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Alteraciones neurocognitivas en la esquizofrenia. Análisis factorial / Neurocognitive alterations in schizophrenia. Factor analysis / Alterações neurocognitivas na esquizofrenia. Análise fatorial

Med. U.P.B; 36(2): 123-132, jul.-dic. 2017.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-847607

OBJETIVO:

o déficit nos processos cognitivos, especificamente no rendimento executivo, dos pacientes com esquizofrenia se há associado com má adaptação social. Um modelo fatorial das funções executivas permitiria detectar a associação entre o perfil sintomático, o deterioro da função executiva e as necessidades de reabilitação. O objetivo desta investigação foi identificar fatores da função executiva mediante um análise fatorial das pontuações tipificadas de uma série de provas neuropsicológicas, num grupo de pacientes ambulatórios com diagnósticos do espectro da esquizofrenia.

METODOLOGIA:

estudo fatorial mediante uma análise de componentes principais (ACP) com rotação ortogonal (varimax) de 13 medidas neuropsicológicas padronizadas.

RESULTADOS:

se obtiveram três fatores independentes: (1) flexibilidade cognitiva, (2) controle da interferência e memória de trabalho e (3) velocidade de processamento e atenção, que proporcionam uma medição psicométrica adequada do desempenho executivo dos pacientes estudados.

CONCLUSÕES:

a análise revela uma estrutura complexa de três dimensões cognitivas discretas que se podem medir com uma bateria de uso comum na clínica.
Biblioteca responsável: CO101