Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Constipação intestinal em pacientes tratados com opioides: uma revisão integrativa / Constipation in patients treated with opioids: an integrative review / Estreñimiento en pacientes asistidos con opioides: una revisión integrativa

Rev. bras. promoç. saúde (Impr.); 30(2): 275-282, 06/06/2017.
Artigo em Inglês, Espanhol, Português | LILACS | ID: biblio-847730

OBJETIVO:

Investigar na literatura o impacto da constipação intestinal induzida por opioides (CIO) por meio da identificação dos seus fatores de risco, sintomas e tratamentos.

MÉTODOS:

Realizou-se, entre fevereiro e março de 2016, um levantamento de publicações científicas nas bases de dados eletrônicas Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), Scientific Electronic Library Online (SciELO), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE), pesquisadas por meio dos descritores "analgésicos opioides", "constipação intestinal" e "dor", apresentados nos idiomas inglês, português e espanhol, correlacionados ou isolados, no período de 2011 a 2016, que investigassem pacientes em tratamento da dor com uso contínuo de medicamentos opioides e com desfecho clínico de constipação intestinal.

RESULTADOS:

Os estudos apontaram a constipação intestinal como principal efeito secundário ao uso de opioides, os quais são muito importantes para o controle da dor de origem oncológica, assim como identificaram os fatores de risco para o surgimento da doença. Além disso, pacientes que foram bem assistidos por profissionais de saúde apresentaram melhor adesão ao tratamento da CIO.

CONCLUSÃO:

O controle da CIO proporciona conforto abdominal, autocuidado e redução nos custos do tratamento, ressaltando que deve haver capacitação dos profissionais de saúde, prevenção e acompanhamento periódico, além da precocidade dos tratamentos dietoterápico e medicamentoso.
Biblioteca responsável: BR1881.9