Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Infecção por Clostridium difficile associada a antibioticoterapia: fisiopatologia, diagnóstico e tratamento / Clostridium difficile infection associated with antibiotic therapy: Pathophysiology, diagnosis, and treatment

Rev. ciênc. méd., (Campinas); 26(1): 19-26, 9 nov. 2017.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-875989
Objetivo Apresentar as evidencias cientificas sobre a infecção por Clostridium difficile associada a antibioticoterapia, bem como a fisiopatologia, o diagnóstico adequado e o tratamento eficaz. Métodos Revisão integrativa da literatura por meio da pesquisa nas bases de dados, LILACS, MedLine e Biblioteca Virtual de Saúde, utilizando as palavras-chave em português e inglês selecionados mediante consulta aos Descritores em Ciências da Saúde da Bireme: "Clostridium difficile", "diarreia", "terapia combinada". Resultados Foi incluído pesquisas publicadas em inglês e português entre 2009 a 2016. De um total de 35 estudos encontrados, 16 publicações elencadas, onde 4 (25%) eram publicações em português e 12 (75%) em inglês. Conclusão A produção das toxinas A e B estimula a produção de fator de necrose tumoral, interleucinas e aumento da permeabilidade vascular. O intenso processo inflamatório gera a destruição da lâmina própria intestinal, impedindo a absorção de nutrientes, e levando a quadro disabsortivo e translocação bacteriana. O diagnóstico baseia-se no quadro diarreico com toxina positiva em exame de fezes. A colonoscopia é indicada na colite quando a pesquisa nas fezes da toxina é negativa e há necessidade do diagnóstico rápido, ainda pode ser realizado o Ensaio de Imunoadsorção Enzimática para detecção das toxinas. Os dois principais antibióticos utilizados para tratamento são o metronidazol e a vancomicina. A formação de esporos é uma característica da bactéria, ou seja de qualquer espécie de Clostridium difficile, não estando relacionada com o uso de antibióticos com isso, justifica o estudo e a evidencia na pratica clínica para utilização racional de antibióticos para que seja prestado os cuidados de saúde em condições de segurança, qualidade e eficácia.
Biblioteca responsável: BR1522.9