Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Intersetorialidade e interdisciplinaridade na atenção primária: conceito e sua aplicabilidade no cuidado em saúde mental / Intersectoriality and interdisciplinarity in primary care: concept and its applicability in mental health care / Intersectorialidad e interdisciplinaridad en la atención primaria: concepto y su aplicabilidad en el cuidado de la salud mental

Rev. baiana saúde pública; 41(2): https://doi.org/10.22278/2318-2660.2017.v41.n2.a2417, abr. 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-882978
O cuidado em saúde mental tem se configurado como grande desafio para os profissionais atuantes na Atenção Primária à Saúde, tanto no que diz respeito à assistência propriamente dita como na necessidade de promoção de saúde e cidadania do sujeito em sofrimento psíquico. Nesse cenário, a interdisciplinaridade e a intersetorialidade configuram-se como possibilidade de efetivar a assistência em saúde mental na Atenção Primária à Saúde, assim como viabilizar a (re)inserção social do sujeito. Objetivou-se neste estudo, analisar as potencialidades e desafios para a aplicabilidade da interdisciplinaridade e intersetorialidade no cotidiano de trabalhos das equipes da Atenção Primária à Saúde, no que se refere ao cuidado em saúde mental. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, envolvendo estudos publicados no período entre 2011 e 2015, localizados na Biblioteca Virtual em Saúde. Foram utilizados os seguintes descritores: atenção primária à saúde, ação intersetorial e saúde mental. Ao final da busca, foram selecionados e analisados 10 artigos. Os resultados apontaram: distorções quanto ao uso dos conceitos de interdisciplinaridade e intersetorialidade; a existência do modelo biomédico, prevalência do saber médico e falta de articulação entre os serviços como desafios para sua aplicabilidade na Atenção Primária à Saúde; o apoio matricial, a interdisciplinaridade e o envolvimento dos dispositivos comunitários como possibilidades de transformação das práticas em saúde nesse nível de atenção. Concluiu-se que não há consenso quanto aos conceitos de intersetorialidade e interdisciplinaridade e que as discussões se concentraram mais nos desafios do que propriamente nas possibilidades.
Biblioteca responsável: BR800.9