Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Economic evaluation and efficacy of strategic-selective treatment of gastrointestinal parasites in dairy calves / Avaliação econômica e eficácia do tratamento estratégico-seletivo de parasitos gastrointestinais em bezerras leiteiras

Rev. bras. parasitol. vet; 26(2): 123-128, Apr.-June 2017. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-899278
Resumo Na Fazenda Experimental da Universidade Federal de Lavras (FE-UFLA), Minas Gerais, Brasil, no dia do nascimento, bezerras da raça holandesa foram sorteadas de forma aleatória para compor um dos dois grupos, formados por 15 animais cada: Tratamento Estratégico-Seletivo (TE-S) ou Tratamento Convencional (TC). No TE-S, as bezerras foram tratadas após exames coproparasitológicos de acordo com critérios previamente estabelecidos pelos pesquisadores. No TC, as bezerras foram tratadas conforme orientação do veterinário da FE-UFLA. Em ambos grupos, as bezerras foram monitoradas a cada 14 dias, do nascimento até os 12 meses de idade, por meio de exames coproparasitológicos. Para análise estatística, considerou-se a frequência (%) de amostras fecais com contagem de ovos por grama de fezes (OPG) ≥300, contagem de oocistos por grama de fezes (OoPG) ≥500, e amostras fecais com contagem de cistos de Giardia spp. ≥1. A frequência média global de amostras fecais com contagem de OPG ≥300, OoPG ≥500 e cistos de Giardia spp. ≥1, respectivamente, foi similar (p >0,05) entre TE-S (20,3%; 17,3%; e 31,5%) e TC (26,4%; 23,9%; e 37,3%). O custo operacional efetivo, por animal, em 12 meses, foi R$ 784,58 (US$ 241.40) e R$ 83,90 (US$ 25.81) para TE-S e TC, respectivamente. O TE-S necessita de ajustes para que possa ser indicado como uma alternativa, tecnicamente eficiente e economicamente viável, no controle das parasitoses gastrointestinais em bezerras leiteiras.
Biblioteca responsável: BR1.1