Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Conhecimento prático e sobrecarga na vida de cuidadores de idosos com demência / Practical knowledge and life overload of caregivers of elderly with dementia

Sci. med. (Porto Alegre, Online); 28(3): ID30569, jul-set 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-948760

OBJETIVOS:

Analisar o nível de conhecimento e a sobrecarga na vida de cuidadores de idosos com demência, correlacionando essas variáveis com aspectos sociodemográficos e tipo de relação entre cuidador e idoso.

MÉTODOS:

Um estudo transversal foi realizado entre 2016 e 2017, com cuidadores de idosos com demência atendidos no ambulatório de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Marília, em Marília/SP. Foram incluídos no estudo cuidadores que acompanhavam os idosos às consultas e participavam de forma importante nos seus cuidados, compreendendo cuidadores familiares e contratados sem vínculo de parentesco. Os dados foram coletados por meio de dois instrumentos: o questionário Caregiven Burden Scale, que avalia o impacto subjetivo de sobrecarga ao cuidador, cujo escore global pode variar de 01 (menor sobrecarga) até 04 (maior sobrecarga); e um questionário elaborado pelos próprios autores, que avaliou os conhecimentos usuais do cuidador sobre a prática do cuidado, cuja pontuação variou de zero (nenhum acerto) até 08 (todas as respostas corretas). A curva de distribuição das variáveis foi analisada pelo teste de Kolmogorov-Smirnov, as correlações foram analisadas pelo teste de Spearman e na comparação das médias utilizou-se a Análise de Variância. Os resultados foram considerados estatisticamente significativos quando p<0,05.

RESULTADOS:

Foram incluídos no estudo 52 cuidadores, cuja média de idade foi de 55,9±14,4 anos, sendo 85% do sexo feminino. Quarenta e quatro (84,6%) cuidadores possuíam algum grau de parentesco com o idoso. Em relação ao conhecimento sobre a prática do cuidado, a média de respostas corretas foi de 5,5±1,8. Houve correlação positiva com significância estatística entre o grau de escolaridade do cuidador e o conhecimento prático sobre o cuidado. Na avaliação da sobrecarga dos cuidadores encontrou-se a média geral de 1,83±0,16. A dimensão com maior média (2,06±0,37) foi a tensão geral, que faz menção às dificuldades de resolver problemas ao cuidar do idoso. Quanto ao tipo de relação entre cuidador e idoso, a maior sobrecarga (2,48±0,53) foi identificada nas esposas.

CONCLUSÕES:

O maior grau de escolaridade do cuidador foi associado à melhor qualidade do cuidado. A maior sobrecarga na vida dos cuidadores foi identificada nas esposas.
Biblioteca responsável: BR1323.1