Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

A systematic review of economic evaluations of interventions to tackle tuberculosis in homeless people / Evaluación económica de intervenciones para abordar la tuberculosis en las personas sin hogar: revisión sistemática / Revisão sistemática de análises econômicas de intervenções para combater a tuberculose em pessoas sem-teto

Rev Panam Salud Publica; 42: e40, 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-961817
RESUMO Objetivo Examinar as análises econômicas de intervenções relacionadas à prevenção, detecção precoce/diagnóstico e tratamento da tuberculose (TB) em pessoas sem-teto. Métodos Foi realizada uma revisão sistemática. Os critérios para inclusão foram estudo original contendo resultados de análise econômica. A busca não foi restrita por idioma ou ano. Foi usada uma abordagem de análise crítica. Resultados Foram identificados ao todo 142 estudos, dentre eles cinco artigos de pesquisa (três análises econômicas completas e duas parciais) que foram selecionados para a revisão final. A maioria dos estudos foi realizada nos Estados Unidos, partindo de uma perspectiva de saúde pública e com análise de TB ativa. Foram identificadas intervenções relacionadas à detecção precoce/diagnóstico (ensaio de liberação de interferon-gama [IGRA] e unidades móveis para prevenção), tratamento (incentivos para o tratamento continuado e programas de moradia) e prevenção (vacinação com o bacilo de Calmette-Guérin [BCG]). Conclusões Não foram encontrados dados de alta qualidade sobre o custo-efetividade das intervenções de detecção precoce/diagnóstico, tratamento ou prevenção de TB em pessoas sem-teto. Porém, a busca ativa de casos por meio da triagem em unidades móveis e incentivos financeiros poderiam ajudar a melhorar a adesão ao tratamento e o uso do IGRA intensifica a detecção de infecção. A TB em pessoas sem-teto é uma doença negligenciada em todo o mundo, principalmente nos países em desenvolvimento onde ela costuma afligir um número maior de pessoas por sua vulnerabilidade devido às condições de vida precárias. Mecanismos públicos de financiamento devem ser criados para desenvolver ações intersetoriais voltadas aos sem-teto, porque a dinâmica complexa deste grupo dificulta a prevenção, o diagnóstico e a conclusão do tratamento de TB.
Biblioteca responsável: BR1.1