Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Estratégias Metodológicas de Investigação da Resiliência em Lésbicas, Gays e Bissexuais (LGBs): Revisão Integrativa de Literatura / Estrategias Metodológicas de Investigación en Resiliencia en Lesbianas, Gays y Bisexuales (LGBs): Revisión Integrativa de la Literatura / Methodological Strategies for Resilience Research in Lesbians, Gays and Bisexuals (LGBs): Integrative Review of the Literature

Trends Psychol; 26(3): 1427-1445, jul.-set. 2018. tab
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-963073
Resumo Pela revisão integrativa de literatura, este artigo buscou analisar as estratégias metodológicas para investigação da resiliência nos estudos empíricos com pessoas lésbicas, gays e bissexuais (LGBs). As buscas foram realizadas nas bases SciELO, PePSIC, LILACS, Index Psi, PsycINFO e PUBMED, até o ano de 2015. Para nortear e sistematizar a execução da revisão seguiu-se as diretrizes enunciadas no protocolo PRISMA e após a consideração dos critérios de inclusão e exclusão, foram identificados e analisados na íntegra 31 artigos. Identificou-se estudos com foco nas variáveis, com foco nas pessoas e os que incluem simultaneamente as variáveis e as pessoas. Apesar dos avanços conceituais e metodológicos acerca da resiliência e a população LGB, algumas controvérsias ainda são observadas, comprometendo a qualidade da avaliação desse construto. A medição e/ou compreensão da resiliência não é uma tarefa simplista, mas passa pela observação e diálogo entre os fatores de risco, de proteção e de adaptação positiva, além de envolver dialeticamente os diferentes níveis e contextos envolvidos: individual, familiar, comunitário e cultural. A inconsistência na operacionalização desses fatores pode prejudicar a generalização e a compreensão dos resultados empíricos.
Biblioteca responsável: BR1.1