Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Efeito de três protocolos de treinamento na pressão arterial e frequência cardíaca em normotensos / Effect of three training protocols on blood pressure and heart rate in normotensive men

ABCS health sci; 43(3): 141-147, 20 dez 2018.
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-967912

INTRODUÇÃO:

Doenças cardiovasculares representam a principal causa de morte no Brasil, sendo uma destas a hipertensão arterial. A prática regular de exercício físico permite um melhor controle da pressão arterial e indivíduos com maiores níveis de aptidão física apresentam um menor risco para desenvolver hipertensão. Além disso, pessoas com frequências cardíacas de repouso mais baixas apresentam uma menor probabilidade de desenvolverem cardiopatias.

OBJETIVO:

Comparar o efeito do treinamento aeróbico, de força e combinado nas pressões arteriais sistólica, diastólica e média e na frequência cardíaca de repouso em homens normotensos.

MÉTODOS:

Ensaio clínico aleatorizado com três grupos experimentais e um grupo controle. Cada grupo experimental realizou uma destas três modalidades de treinamento, três vezes por semana, durante doze semanas. Participaram homens de 30 a 57 anos, sedentários e normotensos. A pressão arterial e a frequência cardíaca pré e pós intervenção foi aferida utilizando um aparelho automático validado e seguindo recomendações da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Os dados foram comparados pelo teste t de Student e pela ANOVA one-way.

RESULTADOS:

39 voluntários completaram o estudo. Não houve variação significante da pressão arterial sistólica, diastólica e média e frequência cardíaca nos três grupos de treinamento entre pré e pós-intervenção. Apenas a frequência cardíaca nestes grupos apresentou diferenças significativas quando comparada ao grupo controle.

CONCLUSÃO:

Resultados sugerem que o treinamento físico, realizado três vezes por semana, durante doze semanas, não é suficiente para reduzir a pressão arterial de modo significativo em homens normotensos, seja este treinamento aeróbico, de força ou combinado.
Biblioteca responsável: BR1860.9