Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Efeitos adversos da eletrotermofototerapia em clínicas da cidade de Cascavel - PR / Los efectos adversos del electrotermofototerapia en clínicas de la ciudad de Cascavel - PR / Adverse effects of electrothermal phototherapy in clinics in the city of Cascavel - PR

Fisioter. Pesqui. (Online); 25(4): 382-387, out.-dez. 2018. graf
Artigo em Português | LILACS-Express | ID: biblio-975353
RESUMO Esta pesquisa teve como objetivo identificar os principais efeitos adversos observados por fisioterapeutas com o uso de aparelhos de eletrotermofototerapia em clínicas da cidade de Cascavel, Paraná. A amostra contou com 35 clínicas e destas, 25 foram alvo de coleta após triagem, cujos dados foram obtidos por questionários em forma de entrevista semiestruturada. Nestes se questionava aos responsáveis pelo serviço de eletrotermofototerapia sobre a ocorrência de efeitos adversos experienciados durante atividades laborais na clínica. Observou-se que a Neuroestimulação Elétrica Transcutânea (TENS) apresentou problemas em 64% dos casos, com 36% devido a irritações cutâneas e 28% a dor. O aparelho de ondas curtas apresentou efeitos adversos em 60%, em que 40% foram queixas de dor e 20% causaram queimaduras leves. Já acerca do ultrassom terapêutico foram relatados efeitos adversos em 52%, sendo 32% de quadros de dor e 20% de casos com náuseas. A laserterapia de baixa potência demonstrou efeito adverso em 36%, com relatos de aumento da sensibilidade local. Por fim, os aparelhos de média frequência apresentaram efeitos adversos em apenas 20% dos casos, de queixas de náuseas. A quantidade de tais efeitos encontrados foi importante, porém sua gravidade não causou grande preocupação.
Biblioteca responsável: BR1.1