Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Shared Oocyte Donation: Ideas and Expectations in a Bioethical Context Based on a Qualitative Survey of Brazilian Women / Doação compartilhada de oócitos: ideias e expectativas em um contexto bioético com base em um levantamento qualitativo de mulheres brasileiras

Rev. bras. ginecol. obstet; 40(9): 527-533, Sept. 2018. tab
Artigo em Inglês | LILACS-Express | ID: biblio-977823
Resumo Objetivo A reprodução assistida agrega tecnologias inovadoras e novas formas de procriação pormeio da doação de gametas; no entanto, também leva a questões éticas e morais e à ampla aplicação da bioética referencial. O objetivo deste estudo foi compreender o contexto bioético da doação compartilhada de oócitos. Métodos Este estudo qualitativo utilizou a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo para entrevistar doadoras e receptoras no Brasil. Resultados As doadoras sofrem de infertilidade, e a fertilização in vitro abre a possibilidade de ter um filho; no entanto, o custo é alto, e ajudar a receptora é mais importante do que o custo financeiro. As receptoras se arrependem de retardar a maternidade; adotar uma criança é sua última opção, e elas desejam sentir os estágios físicos da gravidez. As receptoras consideramas regras injustas emrelação à falta de um banco de oócitos e ao fato de que o tratamento deve ocorrer emciclos compartilhados; no entanto, a doação de oócitos possibilita a realização do sonho comum da maternidade. Conclusão Os dados obtidosmostraram que as pacientes estão sofrendo e frustradas devido à infertilidade, e percebem que a fertilização in vitro pode ser o tratamento de que necessitam. Essas mulheres acreditam que as crianças são essenciais na constituição da família, e os avanços científicos agregam tecnologias inovadoras e novas formas de constituição familiar com repercussões nos contextos sociais, econômicos, políticos e familiares que levam a questões bioéticas na Pós-modernidade.
Biblioteca responsável: BR1.1