Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Enfermedad cardiovascular: creencias y prácticas en la adherencia al tratamiento / Cardiovascular disease: beliefs and practices in the adherence to the treatment / Doença cardiovascular: crenças e práticas na aderência ao tratamento

Rev. cienc. cuidad; 15(2): 169-181, 2018.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-980986

INTRODUÇÃO:

As doenças cardiovasculares representam globalmente um problema de saúde pública de dimensões importantes depois das doenças infecciosas; sendo que para que a morbimortalidade destas doenças diminua faz-se necessário que os pacientes se tenham aderido aos tratamentos. Dentro dos fatores de não aderência se encontram as crenças respeito à doença ou seu tratamento, que geralmente estão influenciadas pelo ambiente social e cultural.

METODOLOGIA:

Realizou-se uma revisão da literatura nas bases de dados EBSCO HOST, PUB-MET, DIALNET, Wolters Kluwer Ovid, LILACS, SCIELO, ScienceDirect Medline e Pubmed. Os artigos foram escolhidos levando-se em conta que foram publicados entre janeiro de 1990 a dezembro de 2016, com os seguintes termos de pesquisa: crenças em pressão arterial, belief cardiovasculares diseases, crenças e práticas em saúde cardiovascular, crenças sobre a doença cardiovascular, aderência ao tratamento da doença cardiovascular, beliefs in cardiovascular diseases, adherence treatment disease cardiovascular.Dos artigos selecionados: 330 se escolheram pelo título, 129 se excluíram porque o título não era pertinente para o objeto desta revisão e 51 foram recuperados para leitura crítica.

RESULTADOS:

Encontrou-se que os pacientes têm muitas e variadas crenças frente à doença e seu tratamento; razão pela qual utilizam práticas alternativas para o manejo da doença, que vão desde a acupuntura, infusões de plantas, receitas caseiras até o xamanismo.

CONCLUSÕES:

O enfermeiro está chamado a identificar os pacientes não aderentes, a pesquisar sobre as crenças e práticas para criar intervenções mais efetivas e eficientes tendo em conta o cuidado transcultural
Biblioteca responsável: CO648.1