Your browser doesn't support javascript.

Portal Regional da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Efeito de ondas curtas por método indutivo na lombalgia crônica inespecífica em indivíduos sedentários / Effect of inductive shortwave on chronic non-specific low back pain in sedentary individuals

Sci. med. (Porto Alegre, Online); 28(4): ID31670, out-dez 2018.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-981140

OBJETIVOS:

Avaliar a eficácia do tratamento com ondas curtas por método indutivo em indivíduos sedentários com lombalgia crônica inespecífica.

MÉTODOS:

Um ensaio clínico quase-experimental e cruzado foi realizado com indivíduos lombálgicos e sedentários. A amostra foi recrutada entre acadêmicos da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) na faixa etária entre 18 e 25 anos, que apresentavam dor lombar de origem postural não traumática há mais de três meses, eram sedentários, e aceitaram participar da pesquisa. O protocolo de intervenção consistiu na aplicação de ondas curtas por método indutivo por 15 minutos, uma vez ao dia, três vezes por semana, com intervalo de um dia entre cada aplicação. Na semana seguinte os voluntários recebiam tratamento placebo também por três vezes na semana, com tempo semelhante àquele realizado na semana tratamento, porém o equipamento era apenas ligado, sem emissão do campo eletromagnético. O protocolo foi aplicado por duas semanas. As variáveis analisadas foram o grau de incapacidade funcional, avaliado pelo Índice de Incapacidade de Oswestry (ODI) e pelo Questionário de Incapacidade de Roland-Morris (QIRM), no início do experimento e ao final de cada semana; e a dor, avaliada pela Escala Visual Analógica (EVA), antes e após cada sessão. Os dados foram apresentados em média e desvio-padrão ou mediana e quartis e o nível de significância aceito foi de 5%.

RESULTADOS:

Vinte voluntários participaram do estudo. Para a ODI houve redução dos valores de incapacidade ao longo da semana de tratamento, com retorno aos valores iniciais na semana placebo; já para o QIRM não houve diferenças entre o tratamento e o placebo. Pela EVA, houve redução na intensidade da dor ao longo dos três dias de terapia, fato que ocorreu apenas no segundo dia do placebo.

CONCLUSÕES:

O tratamento com ondas curtas na modalidade indutiva foi eficaz na diminuição da dor em pacientes sedentários com lombalgia crônica, contribuindo para melhora da capacidade funcional.
Biblioteca responsável: BR1323.1